Agamenon repudia paralisação dos professores

0
Agamenon repudia paralisação dos professores da rede pública de Aracaju  (Foto: Andressa Barreto)

O vereador Agamenon Sobral (PP) usou o Pequeno Expediente na tarde desta quinta-feira, 25/4, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), para repudiar a paralisação dos professores da rede pública Municipal. Para o parlamentar, a atitude dos educadores deve ser lamentada porque o Município paga o piso da categoria, estipulado pelo Governo Federal.

“Não podemos aceitar que os filhos da população pobre continuem sendo prejudicados. Essa paralisação é uma afronta, pois o prefeito João Alves Filho paga o piso”, disse. Agamenon ressaltou que se existe insatisfação de algum profissional, que ele possa se esforçar para alcançar um degrau mais alto. “Sou daqueles que dizem, que se acha que ganha pouco, que busque uma melhor condição. Se os professores acham que ganham pouco, eles têm a prerrogativa de fazer outro concurso e procurar o que é melhor”, apontou.

O vereador afirmou que esteve na manhã desta quinta-feira, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Professora Maria Thétis Nunes, no Bairro América, Zona Norte da capital. “Fui conferir se os professores iriam parar. Filmei as salas vazias e vou pedir ao prefeito que corte o ponto dos faltosos”, frisou.

“Se eles acham que devem acompanhar o Estado, porque os professores de lá, não recebem, estão enganados. Professores de Aracaju devem estar na sala de aula. É preciso acabar com a moleza de fazer paralisação e dizer que recupera a aula na frente. Isso tem que acabar porque é o filho do pobre que está na escola pública”, desabafou.

Para Agamenon, paralisação virou sinônimo de brincadeira. “O piso nacional é pago e não pode fazer greve só para acompanhar o sindicato. Quando a paralisação é por melhoria salarial, é aceitável, mas quando ele já recebe, não posso concordar com essa atitude”, frisou.

Fonte: CMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais