Alese fará primeira sessão remota para votação de projetos na quarta

0
Primeira sessão remota está marcada para a próxima quarta-feira, 8 ( Foto: Rede Alese)

Está marcada para a próxima quarta-feira, 8, a primeira sessão remota na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). A medida foi adotada após aprovação da Resolução nº 7, de 25 de março de 2020 que dispõe sobre o Sistema de Deliberação Remota da Casa (SDR/Alese) definindo as normas de tramitação processual-legislativa durante o período de pandemia,  protegendo assim servidores e parlamentares.

Na ultima quarta-feira, 1º,  o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo (MDB), expediu o Ato da Presidência nº 18.673, pelo qual fica determinado o emprego do SDR, passando as deliberações da Casa a ser adotadas remotamente, em ambiente virtual.

Deputados participaram de treinamento (Foto: Rede Alese)

Os deputados e alguns servidores da Alese participaram na ultima quinta-feira, 2, de um treinamento simulando uma sessão remota. Os deputados assistiram também um vídeo tutorial explicando as formas de acesso e maneiras de utilização da ferramenta que será utilizada nas sessões.

“Fizemos uma simulação ontem, participaram 18 deputados e deputadas e todos se adaptaram porque o sistema é muito simples,  é uma conferência via internet, e cada um pode falar, e ouvir os demais”, explica Marco Aurélio, diretor de comunicação da Alese.

De acordo com a Alese, as sessões realizadas por meio do SDR/Alese são consideradas sessões extraordinárias de caráter deliberativo (votação) e devem ter pauta divulgada até o dia anterior, salvo se realizadas em sequência, onde, preferencialmente são apreciadas matérias relacionadas às situações que fundamentaram a adoção dessa medida excepcional.

Tramitação

Todas as matérias incluídas na pauta das sessões remotas tramitam, automaticamente, em regime de urgência, exceto vetos, propostas de Emenda Constitucional, Projetos de Lei relativos ao Plano Plurianual, às Diretrizes Orçamentárias e ao Orçamento Anual. Segundo a Alese, somente serão permitidos pronunciamentos referentes aos temas pautados, pelo prazo improrrogável de cinco minutos por parlamentar, a cada matéria. Após a discussão da matéria é facultado aos líderes orientarem suas bancadas pelo prazo de um minuto.

CMA

A Câmara Municipal de Aracaju (CMA) também autorizou sessões online durante o período de pandemia, mas, de acordo com a diretoria de comunicação da Casa Legislativa, ainda não há data marcada para realização de nenhuma sessão remota.

Por Karla Pinheiro com informações da Rede Alese

Comentários