Almeida Lima apresenta laudo e pede anulação do pleito

0

Senador aponta irregularidades no pleito de Aracaju
Foi alegando fraudes nas urnas utilizadas nas eleições do dia 5 de outubro, que o senador Almeida Lima entrou com recurso na Justiça Eleitoral no dia 2 de janeiro para anular as eleições de Aracaju. De acordo com ele, a ação visa a impugnação do mandato eletivo e a cassação dos diplomas de posse do prefeito Edvaldo Nogueira e do seu vice, Sílvio Santos.

As acusações feitas pelo senador passam por fraudes, já que segundo ele as urnas teriam sido abertas no dia anterior ao pleito. Ele também alega que muitas delas, que teriam sido reprovadas nos testes de funcionalidade, teriam sido utilizadas mesmo assim. Para provar as suas alegações, Almeida Lima apresentou um laudo pericial feito por uma empresa especialista.

No documento é apresentado também que das 916 urnas preparadas, foi registrado que 2.990 votos não foram computados e não tiveram nenhuma classificação. Também é dito que o número de eleitores habilitados a votar não está de acordo com o número de votos para prefeito, assim como também não conferem os para vereador.                        

O recurso apresentado por Almeida Lima será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nele, o senador pede a apuração das denúncias, assim como da eleição de Aracaju. Esse já é o segundo recurso interposto por ele ao TSE. O primeiro tem data de 31 de outubro e foi negado pelo ministro Felix Fischer. Segundo o senador, a diferença desse segundo é o laudo feito pela empresa especialista que atesta as irregularidades.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais