Angélica diz não ser pautada pela imprensa e Governo

0

Angélica Guimarães: "Não serei pautada por nenhum segmento" (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Angélica Guimarães (PSC) enviou por meio da Assessoria Parlamentar, resposta a uma matéria publicada no Portal Infonet na última terça-feira, 17 com o deputado Francisco Gualberto (PT) cobrando celeridade na votação dos projetos do Executivo. A deputada classificou a foto ilustrativa como "maldosa". Confira a resposta:

"Constantemente cobrada por setores da imprensa e do governo do Estado para colocar em votação as propostas do Poder Executivo, a presidente da Assembleia Legislativa, deputada Angélica Guimarães (PSC), decidiu se manifestar no sentido de tranquilizar alguns segmentos, garantindo que as partes estão dialogando para colocar os projetos em votação. Angélica disse que respeita o trabalho da imprensa, mas foi firme ao afirmar que a pauta de votação é uma prerrogativa da presidente da Casa e que ela não será pautada por nenhum segmento.

Angélica confessou que não tinha muito interesse em falar, mas se viu obrigada diante das cobranças que vem sofrendo. “Não sou pautada pela imprensa, por governo e nem por partidos. Ontem eu e o deputado Francisco Gualberto (PT) estávamos debatendo sobre o programa ‘Mais Médicos’ do governo federal. Aí alguém da infonet veio e fotografou a gente conversando, dando a entender que Gualberto estava brigando comigo. É como se Gualberto tivesse cobrando e eu evitando responder. Isso aqui é maldade”.

A deputada lembrou-se de seu trabalho para ajudar na tramitação de projetos na Casa, do acordo firmado com o governado Marcelo Déda (PT). “Demos nossa humilde contribuição na aprovação do projeto de empréstimo de R$ 66 milhões que chegou agora em agosto. Estamos conversando sobre a tramitação dos projetos. Isso foi bem com Marcelo Déda e tem tido continuidade com Jackson Barreto (PMDB). Agora alguns setores da imprensa quere dar mais celeridade ao processo. Nós temos insistido no diálogo porque aqui é o Poder Legislativo, não é um anexo”.

Sobre a elaboração da pauta, Angélica Guimarães disse que “isso é uma atribuição da presidente da Casa. Não vai ser ninguém aqui que vai ficar me pautando. Eu respeito a todos e trago comigo a certeza do dever cumprido. Isso até para aqueles que me agridem diariamente no rádio. Não sou pautada por programas de rádio ou por setores da imprensa. O Poder nunca me subiu a cabeça e as coisas aqui vão continuar tramitando no tempo certo”.

Por fim, Angélica disse que “a imprensa tem o direito de investigar e cobrar o que quiser. Só não gostei da foto. Isso foi uma maldade muito grande. Essa não é a minha relação com Francisco Gualberto. Não tem porque passar essa falsa imagem para a opinião pública. Qualquer cidadão pode cobrar, mas desse jeito não”.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais