Aula Inaugural com juiz do STJ marca abertura da Ejuse

0

A Escola Judicial do Estado de Sergipe (Ejuse), antiga Esmese, abrirá seu ano letivo com uma ‘Aula Inaugural’ que será ministrada pelo Juiz Auxiliar da Presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ricardo Cunha Chimenti. Ele abordará um tema inesgotável para a Ejuse, ou seja, “A Formação do Juiz e as Escolas Judiciais e de Magistratura”.

Ricardo Cunha Chimenti também atua auxiliando a Diretoria-Geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), atualmente comandada pela Ministra do STJ Eliana Calmon. O tema do qual ele tratará é recorrente porque tem a ver diretamente com a qualidade da formação e do aperfeiçoamento dos juízes de direito de todo o país.

O evento marca também o início do VI Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados promovido pela Ejuse. A ‘Aula Inaugural’ será realizada dia 11 de março de 2013, uma segunda-feira, a partir das 14h30.

O evento ocorrerá no Auditório do Espaço Sociocultural Desembargadora Clara Leite de Rezende, localizado no 8º andar do Anexo Administrativo Desembargador Antonio Goes, edifício conjugado ao Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE), situado na Praça Fausto Cardoso, número 112, centro de Aracaju.

A Enfam, que funciona junto ao STJ, tem por objetivo regulamentar, autorizar e fiscalizar os cursos oficiais para ingresso e promoção na carreira da Magistratura. A Ejuse, bem como todas as Escolas Judiciais e de Magistratura, em parceria com a Enfam, tem sempre idealizado e proporcionado a atualização constante dos magistrados brasileiros.

Esta convergência de esforços aponta para melhorias na formação teórica e prática do operador do Direito e visa a garantir que os magistrados estejam em permanente formação acadêmica e humanística, como objetiva a Enfam.

Recente mudança

A Escola Superior da Magistratura de Sergipe (Esmese) passou a ser denominada Escola Judicial do Estado de Sergipe (Ejuse) em virtude da Lei Estadual nº 7.250/2012, publicada no Diário Oficial do dia 16 de janeiro de 2013. Além de planejar, executar e desenvolver políticas de treinamento para magistrados, passa a fazê-lo também para os servidores do Poder Judiciário sergipano.

Fonte: Diretoria de Comunicação do TJSE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais