Bloco “Siri na Lata” leva protesto dos trabalhadores às ruas

0

Siri na Lata mostra irreverência

Mais uma vez a irreverência se fez presente no Bloco “Siri na Lata”, que saiu às ruas do Centro Comercial de Aracaju, contando com a participação de trabalhadores filiados aos diversos sindicatos e dos deputados Iran Barbosa e Ana Lúcia Menezes. Realizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), o evento chega à quarta edição com a finalidade de levar o protesto da classe trabalhadora e dos sindicatos, com suas bandeiras de luta. 

A alegoria deste ano foi uma carroça puxada por um burro, ironizando o transporte público de Aracaju.  No final do percurso, os foliões do Siri na Lata fecharam o Terminal de Integração do Centro, por tempo indeterminado em protesto ao

Bloco é puxado por carroças em alusão ao transporte coletivo
aumento da tarifa de ônibus.

Humor

De acordo com o presidente da CUT em Sergipe, a intenção do bloco é mostrar de forma humorada, os principais temas que afligem a classe trabalhadora, a exemplo da luta pela redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas e pelo direito de greve, contra a abertura do comércio aos domingos, a implantação das Fundações Públicas de Direito Privado. “Para protestar contra o aumento da passagem de ônibus em Aracaju, trouxemos uma carroça, simbolizando a qualidade do nosso transporte”, ressalta.

Professor Dudu, presidente da CUT
Professor Dudu disse ainda que a perspectiva é de que o Bloco Siri na Lata deixe de ser uma atividade somente sindical, para ser da população que queira participar. “Para isso, a Prefeitura de Aracaju poderia colocar o evento no calendário municipal”, sugere o presidente da CUT Sergipe.

O deputado federal da bancada sergipana, Iran Barbosa (PT) também participou da quarta edição do bloco Siri na Lata. “Estou participando desde momento como trabalhador, militante sindical e parlamentar. O Siri na Lata demonstra que mesmo no Carnaval, os trabalhadores têm condições de discutir as pautas  e como parlamentar eleito que fui, tenho a obrigação de estar discutindo melhorias para os trabalhadores”,
Iran Barbosa e Ana Lúcia Menezes
discursa Iran Barbosa.

Repúdio

Os foliões do Siri na Lata se concentraram na Praça Fausto Cardoso e desfilaram pelas principais ruas do Centro, ao som de

antigas marchinhas de Carnaval, executadas por uma bandinha de frevo.  Com humor e irreverência, ao passarem pela Câmara Municipal eles repudiaram a atitude de alguns vereadores em 2009, a exemplo da aprovação de reajuste de 1% para os trabalhadores e de 65% para parlamentares e secretários municipais.

Morte simboliza acidentes de trabalho

 

Por Aldaci de Souza




 

 

 

 

 

Comentários