Cabaré de 5ª faz homenagem a entrevistados

0
Um dos encontros do Caberá: descontração com temáticas polêmicas (Foto: Arquivo Infonet)

A festa para comemorar o segundo aniversário do Cabaré de 5ª acontecerá nesta quinta-feira, 27, em um encontro pra lá de animado e descontraído, marcado para começar às 20h no Bar do Bel, em anexo ao Iate Clube de Aracaju, sem horário previsto para o encerramento.

Nesta festa, os organizadores do Caberá de 5ª prestarão homenagem póstuma à jornalista Sílvia de Oliveira, que faleceu no dia 8 de junho deste ano depois de uma luta travada contra a câncer, com a criação de um troféu que leva o nome da jornalista. O troféu será entregue a cada um dos quase 30 entrevistados, que participaram dos polêmicos e descontraídos debates promovidos no Cabaré de 5ª no decorrer deste ano.

O cantor e compositor sergipano Sílvio Rocha ficará responsável pela animação musical, com um repertório dedicado aos grandes sucessos da Música Popular Brasileira e às próprias composições.

Democrático e anti-partidário

O Cabaré de 5ª começou no dia 4 de novembro de 2010 com o propósito de debater temáticas polêmicas, de interesse da comunidade.

Nestes encontros, os organizadores conseguiram reunir políticos, empresários, representantes do Ministério Público, do Tribunal de Contas, entre tantos outros segmentos, iniciativa que se tornou a tradição das quintas-feiras na cidade de Aracaju, em um formato no qual os convidados são sabatinados por um grupo de jornalistas. “No início causou surpresa, criou-se um impacto devido ao nome, mas depois as pessoas foram se adaptando e começaram a compreender o sentido e o objetivo destes encontros”, comenta o jornalista Chico Freire, um dos organizadores do Cabaré de 5ª.

O Cabaré de 5ª terá continuidade em 2013, sempre às quintas-feiras, sem ainda se ter definição de uma data prevista para o início da terceira temporada. Mas o jornalista Chico Freire promete manter o formato, debatendo todas as temáticas polêmicas, já com a predisposição de iniciar os debates em torno das eleições de 2014. “Em 2013, acreditamos que o maior foco, e não apenas do Cabaré, será a nova administração de Aracaju, mas vamos também ampliar o debate com as eleições de 2014 e outros temas de interesse da sociedade”, comenta Freire. “Vamos manter o mesmo formato: democrático, mas anti-partidário”, ressalta.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais