Câmara de Estância já tem nova mesa diretora

0

Mesa Diretora empossada no dia primeiro (Fotos: Arquivo pessoal)

Finalmente a nova mesa diretora da Câmara Municipal de Estância foi definida. Depois de quatro eleições e a interferência do Poder Judiciário, a nova mesa diretora foi definida na quarta-feira, 31, e empossada no dia primeiro deste ano. Foram empossados os vereadores Sérgio Nascimento (PT do B) como presidente, Pedro Benjamin (PPS), vice, e Sérgio Bezerra (PC do B), como primeiro secretário.

No dia 28 do mês passado, a desembargadora Suzana Carvalho, plantonista do Tribunal de Justiça de Sergipe, assinou sentença obrigando o Poder Legislativo a utilizar o regimento interno como critério de desempate e determinando como prazo o dia 31 para anunciar a nova mesa diretora.

Anteriormente, a eleição ficou empatada e o então presidente da Câmara, Tito Magno votou duas vezes para, adotando o critério da Lei Orgânica do Município para anunciar a chapa 1 como vitoriosa, composta pelos vereadores José Domingos Machado (PT) [presidente], Artur Oliveira (PT), vice, e André Graça (PSL), primeiro secretário.

Sérgio Nascimento: incentivo a cursos profissionalizantes

A chapa 2 reagiu e questionou aquele resultado movendo uma ação. O grupo saiu vitorioso no Poder Judiciário. Atendendo determinação judicial, o presidente em exercício da Câmara, vereador André da Graça (PSL) convocou sessão extraordinária e a eleição foi definida por um placar de 6 a 2 em favor da chapa 2, encabeçada por Sérgio Nascimento. Quatro vereadores não compareceram, inclusive o ex-presidente Tito Magno (DEM), por ter assumido interinamente o cargo de prefeito do município.

O resultado da eleição não agradou ao Partido dos Trabalhadores, que, segundo os bastidores políticos no município, tentará reverter a situação judicialmente. “Mas não tem como”, reage o presidente eleito, Sérgio Nascimento. “Eles perderam todas as ações”, justificou.

O novo presidente da Câmara pretende instituir sessões itinerantes na zona rural do município e instituir cursos profissionalizantes para atender a comunidade carente por meio da Escola do Legislativo.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais