Câmara de Rosário amanhece fechada em dia de sessão plenária

0
(Foto: 9ºBPM/SE)

 

A Câmara Municipal de Rosário do Catete amanheceu de porta fechadas nesta quinta-feira, 25, causando surpresa aos vereadores que chegaram para trabalhar em mais um dia útil de sessão plenária.

Segundo informações da Guarda Municipal de Rosário, um aluno do curso de formação de soldados e outro homem, que se dizia policial, foram os responsáveis por trancar os cadeados dos portões e impedir a entrada dos vereadores.

“O intuito era impedir que houvesse nesta quinta-feira uma votação para escolher um novo presidente para a Câmara”, salienta Batista, coordenador da Guarda Municipal.  “Assim que souberam que a polícia estava a caminho, os homens saíram do local”, resume.

Ainda segundo Batista, um dos homens que que participou dessa ação de impedir os vereadores de  entrar na Câmara já foi identificado por morar no município de Rosário do Catete. Os nomes não foram divulgados oficialmente.

Vereadores

Em nota, os vereadores Manoel Santana (Dedeu), Adelmo de Jesus (Bito), George Santana, Amélia Resende e Walter Barreto contaram que ao chegarem na Câmara Municipal de Vereadores, por volta 8h30, havia dois policiais, que de forma cordial, apresentaram um ato (comunicado) assinado pelo vereador Elton Lima, informando acerca da suspensão do expediente.

Ainda segundo a nota, os vereadores esclarecerem que o ato não foi publicado e que os policiais (que estavam resguardando o prédio em virtude da possível invasão por populares), possibilitaram o acesso ao prédio sem conflito ou situação desagradável.

 

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais