Câmara realiza sessão especial pelo Dia do Estudante

0

Representantes de entidades estudantis e vereadores (Foto: Alberto Dutra)
Vereadores e representantes de entidades estudantis participaram na manhã desta quinta-feira, 12, de uma Sessão Especial em comemoração ao Dia dos Estudantes, festejado em 11 de agosto. A propositura foi do vereador Moritos Matos (PDT) e, na oportunidade, foram abordados temas como a importância dos estudantes na transformação da sociedade e o fortalecimento do movimento estudantil. 

Para o vereador Matos, é importante que os estudantes sejam constantemente lembrados devido ao papel como transformadores. “É com grande satisfação que presto essa homenagem aos estudantes por compreender a necessidade da sua presença nas ações de mudança da sociedade. Os estudantes têm uma história forte e precisam dar continuidade à sua luta por melhorias na Educação, pois é através dela que se  muda o país, que se conquista os objetivos”, disse Matos.  

Presente na sessão, o presidente da União Sergipana de Estudantes Secundaristas (USES), Abi Custódio, agradeceu a homenagem, lembrou as conquistas dos estudantes em Sergipe e destacou as ações da entidade no Estado. “Estamos realizando debates nas escolas sobre a questão das drogas e continuam a nossa luta por melhorias para a classe. Aliás, quero destacar aqui que continuaremos a insistir na unificação da carteira estudantil para que os estudantes possam ter direito a meia entrada. Hoje temos o Cartão Mais para a passagem separado da carteira de meia entrada e queremos voltar com a unificação da carteira com a Ubes e Uses”, disse Abi.
 
Já o presidente da União Municipal dos Grêmios de Aracaju, Everton Bomfim, pediu aos vereadores a revisão da Lei Orgânica que estabelece o pagamento de 1/3 de passagem do trasnporte público pelos estudantes. “Hoje pagamos a metade, quando a lei municipal nos permite pagamento de 1/3. Peço que esta Casa reveja essa lei, pois muitas vezes o aluno não tem nem o pão para comer dentro de casa”, afirmou Everton.
 
Representando a União Nacional dos Estudantes (UNE), Niully Campos, lembrou os 73 anos da entidade. “São muitas lutas e conquistas, mas precisamos avançar cada vez mais, pois há ainda muito para ser feito e muito para ser conquistado. O nosso cenário atual está longe do ideal de formação que sonhamos para o nosso país. Estamos diante de avanços concretos, mas precismos ter consciência de que é tempo de reafirmar o nosso compromisso com a Educação da nossa sociedade. É nossa responsabilidade sonhar e pensar na melhoria educacional. E isso somente será possivel quando compreendermos a educação como único meio de transformação da sociedade e assim, de fato, construir um país de estudantes”, ressaltou Niully.
 
Fonte: Ascom Cmaju

Comentários