Carmópolis: invasores buscam apoio de deputados

0
Invasores buscam apoio na Assembleia (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

As famílias que ocuparam irregularmente as casas populares do Conjunto Nossa Senhora do Carmo, no povoado Aguada, em Carmópolis, buscaram apoio dos deputados estaduais na Assembleia nesta terça-feira, 6. Cerca de 70 pessoas, representantes das 450 famílias que permanecem nos imóveis, ocuparam as galerias da Assembleia, conseguiram chamar a atenção e tiveram a garantia que haverá a intermediação de parlamentares para encontrar uma alternativa pacífica para solucionar o problema.

Nesta quarta-feira, 7, a prefeitura do município, Esmeralda Cruz (PT), receberá em audiência integrantes do Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (Motu), que representa as famílias que ocuparam irregularmente os imóveis, para debater a questão.

Os invasores denunciam perseguição política no município e garantem que muita gente transferiu o título de eleitor para Carmópolis atendendo pedido da prefeita que teria prometido trocar o voto pelas casas populares construídas naquela núcleo habitacional. “Minha esposa morava em Japaratuba com a mãe e transferiu o título porque a prefeita prometeu doar a casa pra ela se ganhasse a eleição”, denuncia Gilberto de Jesus.

Maurício: revolta com tratamento do grupo da prefeita

A denúncia de Gilberto de Jesus é confirmada por Elisângela Santos. “Não é o meu caso, estou cadastrada direitinho, mas conheço muito gente que transferiu o título a pedido da prefeita”, conta. O pedreiro Maurício Gonzaga da Silva revela a revolta com o tratamento que as famílias estão recebendo do grupo vinculado à prefeita Esmeralda Cruz. “Eles chamam a gente de vagabundos, ladrões e invasor”, diz.

Alternativas

Na tribuna da Assembleia Legislativa, os parlamentares fizeram pronunciamentos e demonstraram preocupação com a onda de invasão de imóveis populares que estão ocorrendo em Sergipe. Parlamentares da bancada de oposição e da situação entraram em entendimento e defendem a mesma proposta: que a prefeitura faça avaliação e mantenha nos imóveis, pela ordem de inscrição, as famílias cadastradas no programa social e que para aquelas que ainda não estão inscritas que se faça uma avaliação da situação socioeconômica de cada uma para que elas sejam inclusas no programa do aluguel social.

Gilberto: esposa transferiu título para torcar voto por casa

De acordo com o consenso a que chegaram os parlamentares, serão excluídas das políticas sociais de Carmópolis aquelas famílias de outros municípios. Para estes casos, a prefeitura faria os encaminhamentos necessários para que os municípios de origem encontrem alternativas para ampará-las.

O deputado Augusto Bezerra (DEM), vice-líder da oposição, revelou que encontrou este modelo no Estado de Goiás e que até iria sugerir ao correligionário João Alves Filho para aplicá-lo em Aracaju, que também enfrenta problemas semelhantes. A deputada Ana Lúcia Menezes (PT), correligionária da prefeita de Carmópolis, denuncia a infiltração de pessoas que estão comercializando imóveis populares. “Precisamos acabar com esta indústria da invasão”, alerta a parlamentar, na certeza que na reunião desta quarta-feira haverá a solução para o conflito.

Desmentido

O secretário de comunicação do município de Carmópolis desmente as denúncias feitas pelos invasores dos imóveis. Ele revela que em nenhum momento a prefeita negociou os imóveis em troca de votos e que aqueles que transferiram os títulos de eleitores assim o fizeram porque sabiam que a prefeitura estaria construindo casas populares para atender a população de baixa renda.

Representantes das famílias assistem sessão nas galerias

O secretário informou ainda que a prefeitura só fará uma avaliação da situação socioeconômica daquelas famílias depois que os imóveis forem desocupados. Já existe decisão judicial em processo de reintegração de posse em favor da prefeitura, mas as famílias resistem em deixar os imóveis. Segundo  secretário, os funcionários não têm acesso aos imóveis porque recebem ameaça daquelas famílias.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais