Carnalita: prefeito vai ouvir população na Câmara

0
Jackson e Ezequiel em um dos encontros (Foto: Arquivo/ASN)

O governador Jackson Barreto (PMDB) encaminhou ofício à Companhia Vale informando sobre os entendimentos feitos com os municípios de Capela e Japaratuba para a instalação do Projeto Carnalita. Os entendimentos estão previsto em lei estadual, que prevê que a Prefeitura de Capela ficará com maior fatia dos recursos oriundos do projeto [80%] e Japaratuba será contemplada com 20%, considerando a proporcionalidade da mina em solo capelense.

O prefeito Ezequiel Neto quer explicar o acordo firmado com o Governo de Sergipe e a mineradora Vale em sessão legislativa que acontecerá no dia 12 de março na Câmara Municipal de Vereadores. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura de Capela, o prefeito fará uma explanação aos vereadores e também à população do município que, no conceito do prefeito, ainda não está compreendendo as vantagens que Capela obterá com este acordo com o Governo do Estado.

Só após este encontro com os vereadores e a Câmara Municipal de Vereadores, o prefeito pretende definir a data para assinatura do protocolo autorizando o início das obras.

Graças a Deus

O governador Jackson Barreto já conta como matéria vencida e garante que o prefeito assinará a ordem de serviços brevemente mediante aprovação do projeto de lei que estabelece a divisão dos recursos de acordo com os critério de proporcionalidade. “Já enviamos o projeto [à Assembleia Legislativa], finalizamos os entendimentos e o projeto vai andar de forma especial para garantir o futuro e o desenvolvimento social”, considerou o governador.

Na manhã desta sexta-feira, 28, o governador Jackson Barreto informou que já encaminhou ofício ao presidente da Vale, Murilo  Ferreira, sobre os entendimentos firmados com as duas prefeituras. “Prevaleceu a tese que sempre defendemos, que foi o princípio da proporcionalidade”, observou o governador. “A prefeitura de Capela queria garantias e estas garantias jurídicas foram dadas. Não cabe discutir mais qual a melhor ideia, cabe agora dar graças a Deus, bater palmas e dizer graças a Deus”, resumiu.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais