Cassações de mandatos afastam investidores de Sergipe, diz deputado

0
Talysson espera decisão favorável do TSE contra cassação do seu mandato (Foto: : Assessoria do Parlamentar)

O deputado Thalysson de Valmir (PR) que teve o mandato cassado na semana passada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE), lamentou a decisão dos procuradores do órgão, mas afirma que acredita na Justiça e espera conseguir no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma decisão favorável. Thalysson entende que sua cassação, assim como a do Governador do Estado, deixa a população mais desacreditada na política e afasta os investidores de Sergipe.

“A gente aceita a decisão do Tribunal, eles estudaram para isso, estudaram todo o processo para essa decisão, e cabe a nós recorrer ao TSE e aguardar uma decisão favorável, porque foi para isso que o povo nos elegeu. Acreditamos na Justiça para que possamos continuar trabalhando pelo povo sergipano”, afirma o parlamentar.

Além da cassação do mandato de Thalysson, o TRE cassou ontem, 21, a chapa do Governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, e da vice Eliane Aquino. Nesta terça-feira, 20, os procuradores do TRE julgam o processo do também deputado estadual Ibraim Monteiro, filho do prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro.

Thalysson acredita que as cassações dos mandatos tanto dele quando da chapa do governador, deixa a população ainda mais desacreditado e impede os investimentos em Sergipe. “Temos que aceitar a decisão judicial porque é para isso que as leis existem, mas pelo momento que Sergipe vem passando é uma decisão dura para nosso Estado, e isso deixa o sergipano cada vez mais desacreditado numa esperança futura. Temos também a questão da estabilidade financeira porque as empresas que pensavam em investir aqui e gerar empregos, agora estão com dúvidas se deve ou não investir em Sergipe com essa situação de instabilidade política”, declara.

Relembre

O TRE cassou o mandato do deputado estadual Talysson de Valmir e o deixou inelegível por um período de oito anos. A decisão afeta também o pai dele, Valmir de Francisquinho, prefeito de Itabaiana. A maioria dos membros do TRE entendeu que o prefeito de Itabaiana exerceu influência para eleger o filho, usando a estrutura da administração municipal, fato que teria contribuído para afetar o equilíbrio do pleito eleitoral.

Talysson foi o deputado mais votado nas eleições de 2018 com 42 mil votos. Até que o TSE julgue o caso do deputado, ele continua exercendo seu mandato na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

Por Karla Pinheiro

Comentários