CMA discutirá novamente incentivos à empresas de TI

0

Discussão sobre emenda de TI será nesta terça-feira, 5 (Fotos: Portal Infonet)

A discussão sobre a emenda apresentada por Emmanuel Nascimento (PT) a respeito da inclusão do setor de Tecnologia da Informação (TI) no Projeto de Lei 3/2013 [que concede incentivo fiscal apenas para uma empresa de call center], vai acontecer nesta terça-feira, 5. O adiamento se deu por conta da prorrogação da sessão extraordinária da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), que acontecia nesta segunda-feira, 4.

“Acredito que é importante fortalecer essa área, até porque o seguimento de TI já veio por diversas vezes pedir o nosso apoio. Nós precisamos investir na tecnologia da informação, e precisamos fornecer espaço para que as empresas não migrem para outro local”, defende o vereador Emmanuel Nascimento.

Na tentativa de defender a classe, o presidente da Associação das Empresas de Tecnologia e Informação de Sergipe (Assespro-SE), Roger Barros, compareceu novamente a sessão extraordinária da CMA e reforçou o que Emmanuel disse, acrescentando que Sergipe não pode perder esse setor estratégico que agrega desenvolvimento tecnológico para o Estado.

Presidente da Assespro-SE, Roger Barros

“As principais capitais, a exemplo de Maceió e Recife já se utilizam desse incentivo fiscal, e vai ser um retrocesso se perdemos isso. A inclusão do setor de TI no projeto de lei vai gerar desenvolvimento e não vai acarretar em nenhum problema para o meio ambiente”, afirma Roger.

O presidente da Assespro-SE ainda afirmou que existe ausência de estudos sobre o impacto [da inclusão do setor de TI na incentivo fiscal], que é mínimo na arrecadação, sendo necessário que Aracaju se equipare às principais capitais.

Projeto

No ano passado, os vereadores aprovaram projeto de autoria do Executivo Municipal, reduzindo de 5% para 2% o Imposto Sobre Serviços (ISS) para o segmento e, neste ano, o prefeito João Alves Filho (DEM) encaminhou novo projeto à CMA, tornando a lei sem efeito e concedendo o benefícios a apenas uma empresa de call center.

A tramitação deste último projeto foi aprovada em primeira discussão na manhã de hoje. As discussões agora seguem em torno de emendas que beneficiem as empresas de TI.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais