Comissão parlamentar se reúne com militares

0

Foto: Agência Alese
A primeira reunião formal da comissão constituída por deputados estaduais que irá intermediar as negociações entre os servidores militares e o governo do Estado foi realizada na tarde desta segunda-feira, 1. Os parlamentares receberam a pauta de reivindicações da categoria e se comprometeram a marcar reuniões com os secretários de Administração, Jorge Alberto, da Fazenda, João Andrade, e o comandante da Polícia Militar, coronel José Carlos Pedroso, para saber o estágio em que andam as propostas encaminhadas pelos militares.

“Queremos saber também o que eles já têm de contraproposta para apresentar aos policiais e bombeiros militares”, disse o deputado estadual Mardoqueu Bodano (PR), vice-líder do governo na Assembleia Legislativa e líder da comissão. Também estiveram presentes à reunião os deputados estaduais Ana Lúcia (PT); Garibalde Mendonça (PMDB); Augusto Bezerra (DEM); Venâncio Fonseca (PP); e Antônio dos Santos (PSC).

Após o encontro, o líder da comissão foi até a Secretaria de Estado da Administração tentar marcar uma reunião com o secretário Jorge Alberto para amanhã, pela manhã. Uma nova reunião entre os parlamentares, policiais e bombeiros militares deve acontecer amanhã, às 11h30, caso já tenham alguma resposta do secretário de Administração. O responsável pela pasta da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, também deve ser ouvido pelos deputados. “Para que possamos discutir com ele a pauta de reivindicações apresentada e chegar a um consenso sobre o que de melhor o Estado pode fazer pelos militares”, disse Mardoqueu.

Com coletes vermelhos, os militares lotaram a galeria do plenário da Assembléia para acompanhar a primeira reunião formal da comissão de intermediação entre os militares e o governo do Estado. A pedido dos próprios militares, o encontro de hoje à tarde foi encerrado com uma oração, feita pelo deputado pastor Antônio dos Santos.

Depois da reunião, o presidente das Associações Unidas, capitão Samuel Barreto, avaliou como positivo esse primeiro encontro, pois os deputados se comprometeram com a categoria. “Eu considero como um avanço o comprometimento de quatro deputados do governo e dois da oposição. Isso já nos deixa com a tranqüilidade de que o Poder Legislativo representado nesta reunião tem alguma influência para chegarmos à negociação, até porque tudo que for anunciado vai ter que passar pela Assembleia”, disse. Capitão Samuel afirmou que até que a categoria consiga o que tem buscado em todas as sessões os militares estarão presentes às galerias da Casa.

Fonte: Agência Alese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais