Comitê de Combate à Corrupção Eleitoral é lançado em SE

0

Momento do Hino Nacional (Fotos: Portal Infonet)

Aconteceu no final da tarde desta quinta-feira, 18 no auditório da antiga sede da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/SE, o lançamento do Comitê de Combate à Corrupção Eleitoral. Trabalhos serão desenvolvidos até o final do pleito de 5 de outubro, em parceria com o Conselho de Leigos (Conal), Conselho Regional de Contabilidade, Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O objetivo é receber denúncias por parte dos eleitores, que serão apuradas para que sejam tomadas as providências.

“Na verdade o evento hoje é dividido em duas etapas: O lançamento do Comitê de Combate à Corrupção Eleitoral, que é um movimento que a gente desenvolve junto com o CRC, com o Conal, todos os anos de eleição, que visa promover a intermediação do cidadão com os órgãos de controle, a exemplo do MPF, PF e o próprio TRE. É mais um canal que o cidadão poderá dispor para fazer as suas reclamações de denúncias a respeito da compra e venda de votos, uso da máquina pública e abuso do poder econômico”, explica o presidente da OAB/SE, Carlos Augusto Monteiro, ressaltando que as denúncias devem ser feitas por meio do telefone 3301-9104 e não podem ser anônimas.

Auditório ficou lotado

“O Serviço de Combate à Corrupção deve ser uma constante, pois a corrupção não existe simplesmente na política, está presente em todos os cantos da sociedade. Até quando o filho vai à escola e retorna trazendo objetos que não é dele, e o pai e a mãe aceita que ele guarde em casa, é um ato de corrupção. Em todas as eleições nós reeditamos o Comitê. Ele existe permanentemente e só em períodos de eleições, nós procuramos dar uma conotação mais forte à sociedade da existência do Comitê, mas o nosso objetivo é mantê-lo ativo”, complementa o vice-presidente do Conal, Ricardo Lima.

Debate

A segunda etapa do evento aconteceu já no início da noite, com um debate entre os candidatos ao Governo de Sergipe: Jackson Barreto (PMDB), Eduardo Amorim (PSC), Airton da CGTB (PPL) e Sônia Meire (PSOL). O candidato Betinho (PTN) esteve no local do debate, mas não esperou o início.

Carlos Augusto, presidente da OAB/SE

“Nessa etapa, tivemos uma entrevista com os candidatos, sendo duas perguntas por entidade, para saber exatamente de cada candidato, qual a sua visão, o seu ponto de vista sobre as demandas das categorias e também do cidadão comum”, afirma o presidente da OAB.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Sergipe (Sindjor), Paulo Souza, o debate serviu para questionar os candidatos sobre qual a proposta que eles tem para a realização de concurso público para jornalista já a partir do ano que vem.

“Outro pleito nosso é sobre a criação do Conselho Estadual de Comunicação a exemplo do que foi implantado na Bahia, no Ceará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, e recentemente no Governo Federal, para a participação dos Sindicatos dos Jornalistas e dos Radialistas e demais sindicatos nas áreas de Comunicação e outras entidades da sociedade civil organizada, com o objetivo de opinar, de sugerir algumas mudanças em eventuais projetos encaminhados pelo Governo à Assembleia, que venham contemplar os anseios do Sindicato dos Jornalistas, mas principalmente e da sociedade”, explica.

Ricardo Lima, vice-presidente do Conal

Paulo Souza, presidente Sindjor

Lizaldo Vieira, integrante do Fórum em Defesa da Grande Aracaju mostra documento

O presidente do Sindijor debateu ainda com os candidatos, sobre a democratização da verba publicitária da Secom.  “A gente observa que hoje a Secom investe em publicidade na grande mídia, mas esquece a pequena mídia, como blogs, portais de notícias, que tenham contratado jornalistas profissionais, além de rádios comunitárias”, entende.

Na ocasião, integrantes do Fórum da Grande Aracaju, entregaram aos candidatos ao Governo de Sergipe, documento com a pauta da entidade.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais