Como estava previsto, Angélica é candidata única ao TCE

0

Angélica Guimarães: "Agradeço publicamente a Mitidieri e Garibaldi" (Foto: Portal Infonet)

Como estava previsto, a deputada Angélica Guimarães (PSC) foi a única candidata à vaga de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE) a se inscrever na Diretoria Legislativa da Assembleia Legislativa. O prazo de inscrições terminou às 12h30 desta sexta-feira, 28.

Agora, a deputada terá o nome analisado pelos demais colegas, na sabatina e em plenário. A Mesa Diretora da Casa deverá designar os membros de uma comissão especial para sabatinar, analisar a documentação e emitir um parecer sobre o projeto de decreto legislativo que versará sobre a candidatura de Angélica Guimarães.

“Tenho que agradecer publicamente a dois gestos de desprendimento dos deputados Luís Mitidieri (PSD) e Garibalde Mendonça (PMDB). Ambos com potencial para representar bem o nosso Poder no TCE, mas recuaram em suas pretensões para permitir-me representá-los naquela Corte de Contas”, ressalta a deputada.

De acordo com ela, tem a consciência do desafio e da responsabilidade que terá pela frente. “Como médica, como profissional da saúde e como mãe, aprendi desde cedo a ter responsabilidade sobre as vidas das pessoas. São muitos anos dedicados ao Poder Legislativo, dando minha humilde contribuição ao sonho de se construir um Sergipe melhor. O desafio de julgar contas no TCE não me assusta. Sempre encarei de frente minhas obrigações, atuando com ética e responsabilidade”, enfatiza.

A presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe disse ainda estar determinada a continuar fazendo o melhor por Sergipe. “Agora colocando meu nome a disposição dos meus pares para apreciação em sabatina e em plenário. Essa unidade é positiva. Fortalece ainda mais o Poder Legislativo, poder que muito me honra em representá-lo. Não sou candidata de um partido ou grupo político. Sou candidata desta Casa! Essa é uma vitória da Assembleia Legislativa como um todo”, entende.

A vaga no TCE foi aberta em dezembro de 2013 com a aposentadoria do conselheiro Reinaldo Moura. A indicação é do Poder Legislativo. Inicialmente eram três candidatos, Angélica Guimarães, Luis Mitidieri (PSD) e Luiz Garibaldi (PMDB). Mittidieri desistiu e Garibaldi anunciou continuar na disputa, mas iria analisar se teria os seis votos suficientes para se eleger, garantindo não ser empecilho para a disputa.

Por Aldaci de Souza com informações da Agência Alese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais