Confira o chat com Vera Lúcia

0

Vera Lúcia, candidata do PSTU ao Governo do Estado (Fotos: Portal Infonet)
A candidato ao Governo de Sergipe, Vera Lúcia (PSTU) participou nesta quinta-feira, 9, de mais um chat promovido pelo Portal Infonet. Ele respondeu às perguntas de internautas e dos comunicadores Marcos Couto (Ilha FM) e Ivan Valença. Confira na íntegra:

16:05:58 MarcosCouto entra na sala
16:06:01 Mediador entra na sala
16:06:02 >[Mediador] Bem-vindo ao Bate-Papo InfoNet
16:06:08 IvanValença entra na sala
16:07:01 VeraLúcia entra na sala

16:07:07 [Mediador] Boa tarde,

16:07:14 [Mediador] Bem-vindo ao Bate-Papo Infonet.

16:07:23 [Mediador] Nesta tarde faremos o último chat Infonet Eleições 2010 com os candidatos ao governo de Sergipe. E quem está em nossa redação para responder as perguntas é a candidata Vera Lúcia (PSTU). A candidata baterá um papo com os internautas e dois jornalistas convidados: Marcos Couto (Ilha FM) e Ivan Valença (Portal Infonet e Jornal da Cidade).

16:07:35 [Mediador] O jornalista Eron Ribeiro (Rádio Jornal AM) teve um contratempo e não pode estar presente.

16:08:04 [Mediador] Inicialmente a candidata responderá a dois questionamentos dos jornalistas e logo depois, a duas perguntas dos internautas, completando uma rodada. As rodadas irão se suceder até o tempo limite que é de 1 hora.

16:08:54 [VeraLúcia] Boa tarde, internautas

16:09:33 [Mediador] Envie a sua pergunta e participe do Chat. A candidata começa a responder a partir de agora:

16:10:16 [MarcosCouto] Boa tarde! Caso a senhora seja a eleita ao governo de Sergipe, qual será a sua plataforma de governo

16:12:24 [VeraLúcia] O programa do PSTU para a classe trabalhadora do estado de Sergipe leva em consideração as necessidades reais e prementes da nossa classe. Como saúde, moradia, emprego, educação. Com essas demandas atendidas, de acordo com as necessidades, todo o resto, fica mais fácil.

16:14:31 [VeraLúcia] Por isso, o nosso programa inverte a prioridade. Vamos primeiro atender as necessidades da classe trabalhadora e pobre do nosso estado, que até hoje, tem sido valorizada apenas às vésperas das eleições

16:17:22 [VeraLúcia] Mas os eleitos, até hoje, tanto da direita tradicional (DEM/PSDB e outros P’s), assim como o PT, fazem promessas ao povo por meio de programas hollywoodianos e sorrisos de plástico, e quando eleitos o povo é esquecido nas filas de hospitais, unidades de saúde, nas escolas públicas sem condições de garantir educação de qualidade. Também sem moradia ou moradia inadequada, convivendo com ratos e baratas. Enquanto eles governam para aqueles que financiaram as suas campanhas e fizeram parte dos seus

16:17:43 [VeraLúcia] acordos políticos eleitorais

Candidata respondeu às perguntas de jornalistas e internautas
16:17:50 [IvanValença] Que avaliação você faz de sua campanha a governadora do Estado, até este momento.

16:19:27 [VeraLúcia] Levando em consideração que a nossa campanha é pobre, o nosso tempo de Tv é reduzido, como resultado de um processo eleitoral que não é democrático, temos feito ma campanha boa, com aceitação da nossa classe

16:21:17 [VeraLúcia] Em todos os lugares que passamos, encontramos um povo trabalhador, que convive com a realidade dos salários baixos, do desemprego, da falta de saneamento. Os mesmos problemas que enfrentamos. Aproveitamos as eleições para nos encontrarmos com a nossa classe e tratarmos dos nossos problemas.

16:21:28 [Mediador] Agora passamos as perguntas dos internautas

Ivan Valença
16:21:32 [Mediador] Internauta (André Luiz )- Em alguma situação o PSTU abriria mão do discurso radical pelo bem da sociedade? Não digo abrir mão de ideologia, mas de tomar atitudes pragmáticas pelo bem da sociedade.

16:22:58 [VeraLúcia] Defender saúde, educação e moradia para a nossa classe, não é pragmatismo

16:24:25 [VeraLúcia] Temos um programa claro, do qual não abrimos mão, porque não foi elaborado por marketeiros, mas através das necessidades da classe trabalhadora, do campo e da cidade, e da juventude

16:26:08 [VeraLúcia] Deixar pais, mães de famílias sem assistência média, morrendo nos hospitais públicos; deixar pais e mães de família vivendo em galpões, com uma escola pública de má qualidade, para atender os interesses das empreiteiras e dos grandes empresários e banqueiros não é ser radical também?

Marcos Cardoso, da Ilha FM
16:27:43 [VeraLúcia] Quando se deixa uma ideologia, se adota outra. O PT, que foi construído no seio da classe trabalhadora, hoje defende radicalmente a ideologia de governar com os ricos. Nós optamos por manter a ideologia de defender a classe trabalhadora

16:27:53 [Mediador] Internauta (Gileno Res) – Candidata, Caso seja eleita, terá coragem para combater a corrupção e o tráfico de drogas em nosso estado? Se afirmativa, como fará isso visto que lutará contra os poderosos?

16:29:18 [VeraLúcia] A corrupção é um método adotado como parte do funcionamento da sociedade capitalista. Boa parte dela se apresenta através dos acordos políticos, antes das eleições, e os seus resultados aparecem depois.

16:31:14 [VeraLúcia] A droga , com qualquer outro ramo, é uma atividade comercial. Ela tem como objetivo a circulação para obter o lucro. E esse lucro não fica com o moleque da periferia. Só há uma maneira de acabar com o tráfico de drogas. Através da legalização.

16:32:40 [VeraLúcia] Esse é o meio pelo qual o estado pode controlar: saber quem vende, onde vende e o que vende. A dependência deve ser tratada como um caso de saúde pública. Para isso é necessário construir clínicas públicas para tratá-los.

16:33:32 [VeraLúcia] A proibição não impede a utilização de drogas. Isso já está comprovado. No entanto, possibilita a criação de um ambiente de crime.

16:33:47 [Mediador] Vamos para a segunda rodada de perguntas dos jornalistas começando com Marcos Couto

16:33:58 [MarcosCouto] Sabemos que para um governante ter tranqüilidade na aprovação de seus projetos, é necessário ter maioria no poder legislativo. Como à senhora pretende fazer isso?

16:34:25 [VeraLúcia] Através dos conselhos populares

16:34:55 [VeraLúcia] Organizados nos locais de trabalho, estudo e moradia.

16:35:33 [VeraLúcia] Os conselhos definirão as prioridades e os destinos do total dos recursos do estado.

16:37:07 [VeraLúcia] O PSTU quer governar com os trabalhadores senão apenas em nome deles. Isso significa dizer que, nessas condições, tanto o Legislativo, como o Executivo, estarão subordinados às decisões do povo organizado nos conselhos. Nisso consiste a verdadeira democracia.

16:37:14 [IvanValença] Alem de saúde, moradia, emprego e educação, a clase trabalhadora, convive com outros problemas, como transporte, energia, comunicação. Como estes problemas serão tratados num eventual governo do PSTU?

16:38:58 [VeraLúcia] A privatização foi a grande bandeira do neoliberalismo, que caiu por terra, em menos de 20 anos a partir da crise que se iniciou em 2007.

16:40:25 [VeraLúcia] Por isso, o nosso governo defende a reestatização da Energisa, assim como é bandeira do PSTU a nível nacional, levantada pelo nosso presidente, Zé Maria, a Reestatização da Vale, da Embraer e das telecomunicações

16:41:10 [VeraLúcia] Defendemos também uma Petrobras 100% estatal

16:42:19 [VeraLúcia] Fim das terceirizações nas empresas públicas e estatais, como DESO e Banese e unidades de saúde, com a incorporação dos terceirizados ao quadro de efetivos.

16:42:25 [Mediador] Internauta (Nadjo Lisboa)- Boa Tarde, Qual a opinião do PSTU e a sua a respeito dessas quebras de sigilo por parte de membros da receita federal ?

16:44:06 [VeraLúcia] Esses são mecanismos que a direita tradicional e a nova têm adotado para desviar a atenção do debate político, que de fato deveria ser feito nas eleições.

16:45:51 [VeraLúcia] Por outro lado, deixa claro que quem está no poder tem acesso a qualquer informação que lhe interesse. Usa a máquina do estado em seu benefício. Isso uma vergonha. Agora temos o sujo falando do mal lavado. Mas, no dia que lhes interessar, será feito o mesmo com os trabalhadores, com já fizeram nos regimes de exceção.

16:45:57 [Mediador] Internauta ( Luís Eduardo)- Boa tarde…Candidata a senhora não acha que o seu programa é sempre o mesmo não? (quer seja estado e/ou prefeitura)…A senhora realmente acha possível em pleno século XXI ser implantado um socialismo, mesmo quando um grande líder (Fidel Castro) reconheceu o sistema cubano não foi ideal?

16:47:45 [VeraLúcia] Primeiro que a luta do povo cubano pra derrubar sua burguesia foi muito importante, entretanto, erraram na política ao adotar o regime de partido único. Pois não pode haver socialismo sem liberdade. Não defendemos aqui o regime do Castro, que está muito longe de ser socialismo.

16:48:54 [VeraLúcia] Agora, o nosso programa, seja para a Prefeitura, para o Estado ou para o País, tem a mesma base. As variáveis estão nas especificidades de cada esfera. O programa é o mesmo porque a realidade e as necessidades dos trabalhadores e do povo pobre não mudaram.

16:49:33 [Mediador] Vamos a terceira rodada de perguntas voltando com os jornalistas

16:50:07 [MarcosCouto] Fala-se muito em governar com o povo, trabalhadores, operários e tal… Mas com a classe dos desempregados não ouça falar muito. Na prática, como pretende gerar mais empregos?

16:50:57 [VeraLúcia] O nosso conceito de trabalhador, passa por empregados e desempregados, seja ele do campo ou da cidade.

16:52:56 [VeraLúcia] Para resolver o problema do desemprego, o nosso programa apresenta: redução da jornada de trabalho para 36h semanais, sem redução de direitos e salários; fim do banco de horas e das horas extras. Além disso, é necessário fazer reforma agrária e um grande plano de obras públicas, com a construção de casas populares, saneamento, hospitais etc.

16:53:08 [IvanValença] Qual a posição da candidata Vera Lúcia com relação a uma possível implantação de uma Central Nuclear no Nordeste, possivelmente em território sergipano?

16:53:39 [VeraLúcia] Nós somos contra.

16:55:53 [VeraLúcia] Sabemos que é necessário investir em fontes de energia alternativas. Somos contra a energia nuclear por dois fatores: pelos riscos à vida e porque é muito cara. Defendemos preservar as fontes que já temos. Revitalizar as adutoras, preservar a Petrobras, usando racionalmente os combustíveis fósseis.

16:57:17 [VeraLúcia] . Por isso defendemos o fim dos leilões e da entrega através do regime de partilha, que é o novo método a ser adotado com as reservas do Pré-sal. A Petrobras foi construída com os recursos do povo brasileiro e deve atender as necessidades desse povo.

16:57:28 [Mediador] Internauta (Claudinete Melo)- Como está sendo enfrentar os adversários com a máquina na mão, com tempo curto no horário da TV e no rádio e ainda assim estar tão bem com os eleitores como foi visto no grito dos excluídos no dia 07 de setembro?

16:58:45 [VeraLúcia] As eleições, apesar da propaganda não são democráticas.

16:59:38 [VeraLúcia] . O que temos é uma disputa de milhões contra tostões. O que nos favorece é que para falar com a nossa classe não precisamos gastar milhões. Precisa fazer isso quem vai mentir para o povo

17:00:20 [VeraLúcia] Mas, de fato, não tem sido fácil. Não dá para apresentar de forma consistente o programa do PSTU em menos de um minuto.

17:01:12 [VeraLúcia] Além disso, os grandes meios de comunicação, como a TV Atalaia e a Globo, não permitem que estejamos nos debates. Isso é um ataque à democracia do processo.

17:01:21 [Mediador] Internauta (Diógenes de Souza) -Candidata, falar de legalização das drogas em um momento em que o crack está devastando famílias não só em Sergipe, mas em todo o Brasil, não é incoerência?

17:02:58 [VeraLúcia] O usuário do crack precisa, com urgência, de tratamento médico e este estado não dispões de uma única clínica. Querem tratar o usuário como criminoso. Enquanto suas famlíias, até mesmo o doente têm buscado desesperadamente assistência.

17:03:53 [VeraLúcia] Não vamos vender o crack e nem incentivar o uso de qualquer droga. A tarefa do estado é de fazer campanha de conscientização e disponibilizar tratamento.

17:04:01 [Mediador] O tempo do nosso bate-papo está se esgotando não receberemos novas perguntas, mas continue acompanhando as respostas do candidato.

17:04:11 [MarcosCouto] Caso não seja eleita ao Governo de Sergipe, colocará seu nome a disposição para 2012? E por quê?

17:05:14 [VeraLúcia] Até 2012, certamente vamos travar muitas lutas neste Estado e neste País. O nosso nome estará sempre a disposição das lutas dos trabalhadores.

17:05:31 [VeraLúcia] E não apenas nas eleições.

17:05:54 [IvanValença] Socialismo com liberdade, defende o PSTU. Com pluripartidarismo, regime presidencialista, sistema legislativo bicameral?

17:07:22 [VeraLúcia] A livre organização é uma necessidade premente e uma prática que deve ser garantida no socialismo. Nas suas mais variadas formas de organização.

17:09:13 [VeraLúcia] Nas suas mais variadas formas de organização. As instituições existentes hoje não garantem isso. Veja o caso do Senado. É uma casa que só abriga a nata da oligarquia brasileira. Defendemos o fim do Senado, com a construção de um parlamento único, com mandatos revogáveis, e parlamentares com salários de um operário qualificado.

17:09:57 [VeraLúcia] No socialismo, os organismos de controle do estado serão, de fato, controlados pela população. E não por um partido.

17:10:02 [Mediador] Internauta (Ailton Sousa)- O PSTU insiste no nome de Vera Lúcia como candidata ao governo do estado por falta de opção ou seria um projeto pessoal seu? Além disso, pq o partido não se aliou a outras correntes de esquerda a exemplo do PSOL e PCB?

17:11:51 [VeraLúcia] A minha candidatura é uma decisão do meu partido. São os militantes quem decide quem são e quais são as tarefas a serem cumpridas pelos candidatos na eleição. Meu partido me confiou a tarefa de apresentar o programa do PSTU.

17:12:44 [VeraLúcia] Não fizemos uma frente com o PSOL e com o PCB não por falta de iniciativa nossa. Não tivemos acordo programático e as organizações optaram por lançar suas próprias candidaturas. O que é um direito.

17:12:55 [Mediador] Internauta (André Silva)-Com relaçao ao Huse,a senhora pretende fazer o quê? Muda-se governo e continua o descaso.

17:15:28 [VeraLúcia] O HUSE é reflexo do conjunto do caos na saúde

17:17:30 [VeraLúcia] Para a saúde, não vamos destinar nenhum centavo público para a iniciativa privada. É preciso fazer concursos públicos, o fim das terceirizações, com incorporação dos terceirizados ao quadro de servidores. Fim dos cargos comissionados. As clínicas regionais, tão propagandeadas, devem ser dotadas de equipamentos e profissionais para o atendimento de urgência e emergência nas mesmas condições que deveria ter o HUSE.

17:18:16 [VeraLúcia] Defendemos o fim das fundações de direito privado.

17:19:28 [VeraLúcia] É urgente resolver o problema dos equipamentos, da falta de material para atender a população, tanto no HUSE, quanto nos hospitais regionais, dando condições aos servidores da saúde e qualidade no atendimento à população. É preciso dobrar de imediato o salário dos servidores públicos.

17:19:38 [Mediador] Finalizamos agora mais um Chat das Eleições 2010. Agradecemos a participação da candidata Vera Lúcia e dos jornalistas Marcos Couto (Ilha FM) e Ivan Valença (Portal Infonet e Jornal da Cidade).

17:20:25 [VeraLúcia] Agradecemos a atenção de todos e nas eleições os trabalhadores têm alternativa, o PSTU. Obrigada.

17:20:30 [Mediador] Infelizmente o nosso tempo foi pequeno para o número de perguntas. Os questionamentos que chegaram e não foram respondidos será repassado para a candidata responder diretamente ao internauta.

17:20:37 [Mediador] Hoje o Portal Infonet finaliza os Chats Eleições 2010 com candidatos ao governo do Estado de Sergipe. Agradecemos a você internauta que participou enviando suas perguntas.

17:20:44 [Mediador] Continuem acompanhando nosso jornalismo.

Comentários