Confira os gastos de cada deputado federal de Sergipe em 2020

0
Deputados sergipanos conseguiram economizar em 2020 com gastos da verba da cota parlamentar ( Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Os deputados federais da bancada de Sergipe gastaram menos em 2020, quando comparado aos gastos de 2019. Em um ano de pandemia, os deputados sergipanos conseguiram economizar, segundo dados da Câmara de Deputados, pouco mais de 620 mil.

Os deputados recebem uma Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP) para custear as despesas do mandato. Em 2020, os oito deputados federais de Sergipe gastaram em cota R$ 2.787.195,72. Já em 2019 os gastos chegaram a R$ 3.407.846,18.

Esses R$ 2,7 milhões foram gastos com passagem aéreas, hospedagem, combustível e lubrificante, locação e fretamento de veículos, manutenção de escritório, conta de telefone, consultoria, pesquisa e trabalhos técnicos, serviços postais, assinatura de publicações e divulgação da atividade parlamentar.

Verba de Gabinete

Cada deputado federal recebe por mês, de verba de gabinete, R$ 111.675,59 para pagar salários de até 25 secretários parlamentares, que trabalham para o mandato em Brasília ou nos estados. Eles são contratados diretamente pelos deputados, com salários de R$ 1.025,12 a R$ 15.698,32.  Encargos trabalhistas como 13º, férias e auxílio-alimentação dos secretários parlamentares são pagos com recursos da Câmara, e não com as verbas de gabinete.

Os deputados gastaram mais em 2020 com verba de gabinete. Em 2019, o gasto ficou em R$ 9.157.597,48. Já em 2020, esse valor cresceu em mais de R$ 1,1 milhão. Os deputados gastaram R$ 10.293.913,43.

Auxílio moradia

Os deputados também têm direito a receber o auxílio moradia no valor de R$ 4.253,00, quando não ocupam um dos 432 apartamentos funcionais que a Câmara tem em Brasília. Em 2020, os deputados gastaram R$ 175.944,34 com auxílio moradia, pouco menos que o valor gasto em 2019, que foi de R$ 194.814,09.

João Daniel ocupa o primeiro lugar  no ranking de gastos da cota parlamentar em 2020 (Foto: Lula Marques/PT na Câmara)

Os parlamentares têm direito a receber diárias quando viaja em missão oficial. De acordo com a Câmara, nas viagens nacionais, o valor é de R$ 524,00. Nas viagens internacionais, o valor da diária é de US$ 391,00 para países da América do Sul, e de US$ 428,00 para outros países.

Em 2019, os gastos com viagens oficiais foram de R$ R$ 6.317,86. Os dados de 2020 ainda não estão disponíveis no site da Câmara dos Deputados.

Ranking dos gastos dos deputados

O deputado que mais gastou em 2020 foi João Daniel (PT), que acumulou o montante de gastos no valor de R$ 478.315,90. O parlamentar que menos gastou foi o deputado Valdevan Noventa (PL), que acumulou despesas no valor de R$ 174.528,92.

Confira o valor gasto da cota parlamentar de cada deputado:

1º – João Daniel (PT)  – R$ 478.315,90

2º – Fábio Henrique (PDT) – R$ 465.578,96

3º – Fábio Mitidieri (PSD) – R$ 427.664,00

4ª – Gustinho Ribeiro (Solidariedade) – R$ 387.602,83

5ª – Fábio Reis (MDB) – R$ 362.033,65

6º – Laércio Oliveira (PP) – R$ 251.589,89

7º – Valdevan Noventa (PL) – R$ 174.528,92

 

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais