CPI do Lixo: vereador quer ouvir ex-delegados do Deotap

0
Élber Batalha irá propor requerimentos novamente, para que ex-Deotap conversem com vereadores (Foto: Arquivo Infonet)

O vereador Élber Batalha (PSB) irá protocolar, novamente, requerimentos pedindo que os delegados da Polícia Civil Danielle Garcia e Gabriel Nogueira, que ocuparam cargos no Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) sejam intimados a prestar depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga supostas irregularidades nos contratos firmados pela Prefeitura de Aracaju com empresas privadas para coleta do lixo e limpeza da cidade que já foram alvos de investigações na Operação Babel, desencadeada pelo Deotap.

O pedido havia sido negado pelos vereadores da CPI. “Queremos que passem suas impressões sobre o caso. Fazer um ‘retrabalho’, começar tudo de novo, seria contraproducente. Ninguém mais apto para prestar esse depoimento do que quem administrou esse inquérito”, justifica Batalha. “É para nos dar um norte mais efetivo para que sigamos uma linha de investigação até mesmo diferente da Deotap e demais órgãos”.

Os vereadores rejeitaram os requerimentos porque, segundo eles, ainda não havia recebido documentos do Tribunal de Justiça (TJ), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), Deotap, Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Procuradoria do Município e Ministério Público. “O ditado diz que a pressa é inimiga da perfeição. A presença dos delegados é fundamental, mas como eles vêm sem que os vereadores tenham conhecimento do material de sua investigação? É melhor analisar e depois discutir com eles. Opinamos que possamos receber o material, estuda-lo e, aí sim, providenciar a vinda de quem pode colaborar. Eu não voto, mas esse foi o entendimento dos demais membros”, disse o vereador Vinícius Porto (DEM), presidente da CPI do lixo.

Por Victor Siqueira 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais