Déda abre Seminário de Planejamento Estratégico com secretários

0

Déda falou sobre nova fase do projeto-político do novo governo (Foto: Wellington Barreto/ASN)
Integrar experiências anteriores e promover atualizações para o novo momento do Governo, aperfeiçoando os mecanismos de gestão. Esta é a premissa básica do Seminário de Planejamento Estratégico (2011/2014) promovido pela Secretaria de Estado do Planejamento, e que foi aberto oficialmente pelo governador Marcelo Déda na manhã desta sexta-feira, 25, no hotel Parque dos Coqueiros.

O evento, que se realiza até este sábado, 26, conta com a coordenação da ex-secretária de Estado do Planejamento e atual secretária de Planejamento e Investimento do Ministério do Planejamento, Lúcia Falcón, que foi a mentora deste processo no primeiro mandato do governador Marcelo Déda.

Déda ressaltou estratégias do governo para desenvolvimento do Estado
Diante de todo o secretariado, dirigentes e membros de órgãos da administração estadual, o governador Marcelo Déda explicou que, com o novo mandato e a recente aprovação da Reforma Administrativa que fora enviada à Assembleia Legislativa, o Governo entra em uma nova fase do projeto político-administrativo por ele liderado.

“Estaremos enfrentando novos problemas que exigem novas soluções, além da compreensão do projeto e afirmação da política por cada um dos integrantes da administração. O projeto e o Governo são os mesmos, mas as tarefas são diferentes e devemos encará-las com unidade e definição de prioridades”, afirmou o governador, ao enfatizar que o foco no social é prioridade absoluta.

“A partir da avaliação dos resultados já obtidos, partiremos para um processo de ampliação, melhoria e qualificação das políticas públicas, dentro dos eixos já definidos da inclusão pelo direito e pela renda. A partir deste seminário, nossa meta é iniciar um novo capítulo de iniciativas de desenvolvimento como ferramenta a favor da inclusão”, reiterou Déda.

Déda exemplificou essa perspectiva citando o fato histórico de, pela primeira vez em Sergipe, a partir de uma ação estratégica de Governo, a cultura do cultivo de milho ter gerado mais dividendos do que a tradicional cultura da cana entre 2008 e 2009.

“Estes são dados do IBGE que mostram que a cultura da cana, sobretudo advinda da agricultura familiar, gerou mais dividendos para o PIB sergipano do que a cana de açúcar, tradicionalmente na mão dos grandes produtores. Essa é uma demonstração inconteste da transformação, a partir da observação das vocações regionais”, ilustrou o governador. “Nossa maior responsabilidade é entregar, em 2014, um Sergipe melhor que o que recebemos em 2007”, enfatizou Déda.

Ciclo de planejamento

De acordo com o secretário de Estado do Planejamento, José de Oliveira Júnior, este seminário inicia o ciclo de planejamento que se concretiza com o Plano Plurianual (PPA) que será encaminhado à Assembleia Legislativa em setembro. “A presença de Lúcia Falcón para orientar e conduzir a metodologia que vai orientar as atividades de planejamento, concretiza os resultados positivos já obtidos pelo Governo, desenvolvendo um plano de ação a partir de conceitos já estabelecidos”, acrescentou o secretário.

Já a secretária do Ministério do Planejamento, Lúcia Falcón, classificou o momento como “precioso” para a estruturação da gestão do governador Marcelo Déda. “Isto mostra mais uma vez a clareza que tem o governador Marcelo Déda em relação aos objetivos do seu mandato, permitindo que todo o conjunto de gestores, em suas áreas, se estruturem com um único foco e objetivo. Dessa forma, os resultados ficam mais fáceis de serem atingidos”, avaliou.

Segundo ela, a partir dos princípios da unidade e prioridade, enfatizados pelo governador, a conquista das metas estabelecidas se torna mais factível. “Este é um momento raro, e seria extremamente importante que esta prática estratégica se propagasse por todos os níveis administrativos, a exemplo de prefeituras e suas respectivas secretarias, proporcionando uma consequência estruturante para as gestões em Sergipe, configurando uma verdadeira rede de planejamento”, salientou a secretária.

O seminário também contou com uma explanação do assessor econômico do Governo do Estado, Ricardo Lacerda, sobre as perspectivas econômicas do Brasil e de Sergipe para os próximos anos.

Fonte: ASN

Comentários