Déda discute ampliação de fábrica em Itaporanga

0

Empresário é recebido por Marcelo Déda no Palácio dos Despachos (Foto: ASN)
O governador Marcelo Déda recebeu no final da tarde desta quarta-feira, 19, no Palácio dos Despachos, o empresário e deputado federal pelo Estado de Goiás, Sandro Mabel, proprietário da fábrica de biscoitos Mabel. Na ocasião, o empresário apresentou um plano de investimentos do grupo para o estado a partir de 2011, visando ampliar a atual fábrica, localizada no município de Itaporanga D’Ajuda, e implantar novos negócios.

Ao transcorrer da visita, o empresário, que estava acompanhado do gerente administrativo da fábrica, Hamilton Oliva, também informou a implantação de um centro de distribuição e disse que a empresa está analisando a possibilidade de construir um moinho de trigo, com a sua linha de produção voltada para massas e derivados.

O governador disse que haverá um processo de negociação entre a empresa e a Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado de Sergipe (Codise) para verificar quais são as demandas de incentivos que o grupo está pretendendo para viabilizar não só a ampliação como a implantação de novos negócios no estado.

“Essa pretensão de ampliar a fábrica de biscoito com a fabricação de novas linhas de produtos vai demandar investimentos na sua ampliação e, como consequência, a geração de mais empregos”, ressaltou Marcelo Déda.

Durante a conversa, o empresário Sandro Mabel fez questão de elogiar o desempenho da mão-de-obra sergipana. Segundo depoimento do empresário, a classe trabalhadora sergipana é muito competente. “São trabalhadores com enormes capacidades de adaptação, de aprendizado e inovação. A fábrica de Itaporanga é a fábrica com menor rotatividade de mão-de-obra de todo o grupo no Brasil. São trabalhadores não apenas competentes, mas honestos. Nunca houve, em dez anos de empresa em Sergipe, um único furto”, exaltou.

As declarações de competência e honestidade para com o povo sergipano deixaram o governador extremamente orgulhoso. “É sempre bom ouvir isso. A própria formação familiar e a tradição cultural do nosso estado transformam a nossa gente em pessoas exemplares no ponto de vista da competência e das qualidades éticas”, reiterou.

Fonte: ASN

Comentários