Déda diz que sindicato quer fazer barulho

0

Marcelo Déda: "Eles fazem greve lá eu faço greve cá" (Foto: Portal Infonet)

“O sindicato quer é fazer um barulhinho e você servidor, quer um barulhinho ou um dinheirinho? É você servidor quem vai decidir, porque se for fazer greve agora vai fazer barulho e não vai sair um centavo porque não tem. E de pedra não se tira leite”. A afirmação foi feita na manhã desta terça-feira, 20 pelo governador Marcelo Déda (PT) ao ser indagado pela imprensa sobre o ato que os servidores públicos estaduais farão nesta quarta-feira, 21 na porta do Palácio dos Despachos, podendo avançar para uma greve em reivindicação ao Plano de Cargos e Carreira.

Segundo Marcelo Déda, é preciso ter muito juízo nessa hora. “De pedra não se tira leite, se você passar um ano ordenhando uma pedra você não tira uma gota de leite, é preciso ter muito juízo e muita calma. É isso que às vezes eu não entendo: O governo inicia um processo para discutir o Plano de Carreira, ameaçam uma greve. Nós vamos parar, eles fazem greve lá eu faço greve cá”, enfatiza.

O governador adiantou que este ano não vai sair nada. “Eu disse que em 2012, 2013 e 2014 nós íamos trabalhar para priorizar a administração geral, agora o estado precisa produzir um estudo pra ele eu preciso de um impacto e eu criei a comissão por 90 dias para apresentar uma proposta do Plano de Cargos e Carreira, na hora que a proposta estiver produzida nós vamos apresentar a proposta pra eles e na hora que a proposta interna do Governo tiver discutida, vamos abrir a negociação com os servidores, mas se eu for reunir agora não tenho proposta pra apresentar”, ressalta.

“É isso que o sindicato quer? Marcar uma reunião, tirar um retrato e chegar lá dizer, o governo não apresentou proposta, é claro que não apresentou, porque o governo está formulando a sua proposta, então é preciso ter muito juízo, não adianta ficar nessa história de ficar brigando o tempo todo para não conseguir nada não. Porque o que o sindicato quer é fazer um barulhinho e você servidor quer um barulhinho ou um dinheirinho? É você servidor quem vai decidir, porque se for fazer greve agora vai fazer barulho e não vai sair um centavo porque não tem e de pedra não se tira leite”, argumenta.

Marcelo Déda fez questão de enfatizar que está se esforçando para resolver a questão do Plano de Cargos e Carreira dos Servidores. “O sindicato quer complicar. Tá bem. Se o sindicato quer complicar, não tenham dúvida, vai ficar complicado.Eu quero resolver, criei uma comissão para produzir a proposta ai o sindicato quer forçar o governo a sentar à mesa sem ter uma proposta pronta ainda. Eles leram no Diário Oficial e viram lá o decreto criando uma comissão com 90 dias para eu apresentar o projeto. Quando não se tem recursos tem que trabalhar dentro das possibilidades. Estou pedindo bom senso e querendo resolver, sabe quem pode atrapalhar? esses setores do movimento sindical que acreditam que tudo é na porrada e não é assim”, entende.

Por Aldaci de Souza

Comentários