Déda e Mangabeira Unger debatem desenvolvimento do NE

0

Na manhã de segunda, 19, o governador Marcelo Déda e os secretários estaduais receberam o ministro Mangabeira Unger, da Secretaria de Assuntos Estratégicos, em uma reunião no Palácio dos Despachos. Em debate, a posição de Sergipe no novo plano de desenvolvimento do Brasil.

De acordo com Mangabeira, o objetivo é ampliar as oportunidades para que o povo nordestino possa trabalhar e produzir. “Me convenci que não há solução para o Brasil sem uma solução para o Nordeste”, conta. O ministro acredita que o plano promete dinamizar a economia da região, já que desde Celso Furtado não há um ideal forte ao desenvolvimento nordestino.

A criação de um novo modelo de agricultura, com roupagem industrial e que ajude a vigorar a classe média rural, é uma das medidas almejadas por Mangabeira, assim como melhorar o sistema educacional, fortalecendo a escola média e inserindo cursos técnicos. “Também é preciso evoluir os programas de transferência de renda, que tem papel fundamental no Nordeste”, acrescenta.

O governador Marcelo Déda apoiou as palavras do ministro Unger. “A solução é mostrar que o nordestino não é alguém que precisa de socorro”, opina. Para isso, Déda avalia que o planejamento deve promover uma integração em toda a região. “O desafio é fazer o Nordeste crescer evitando equívocos passados, quando apenas três grandes estados da região eram privilegiados e os demais, esquecidos”, argumenta.

Mangabeira Unger finalizou destacando o novo papel do Nordeste. “Uma região de vanguarda, e não de retaguarda”, comenta. Ele acredita que a região tem potencial para tornar-se uma China brasileira.  

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais