Déda: “meu Governo fez mais pela PM do que qualquer outro”

0

Déda volta a falar sobre PM”s
O governador Marcelo Déda voltou a falar na manhã desta sexta-feira, 17, sobre a situação salarial dos policiais militares. Em encontro do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Déda afirmou que em dois anos de seu governo, ele “fez mais pela Polícia Militar [PM] do que qualquer outro governante”. De acordo com os dados do Governo, os reajustes salariais variam entre 52% e 64%.

Déda solicitou aos policiais que comparem os valores dos contracheques de dezembro de 2006 e janeiro de 2009 e visualizem os reajustes. “Um soldado não engajado recebia em 2006, R$ 1.050 e hoje, tem vencimento de R$ 1.570, enquanto um coronel que ganhava R$ 6 mil, recebe, atualmente, R$ 9,8 mil”, esclareceu o governador.

O governador também esclareceu de que forma foi feito o acordo com a Polícia Civil. “O reajuste salarial dos policiais civis foi acordado para três anos e em contrapartida, eles ofereceram a elevação da carga horária de seis para oito horas”, explicou Déda. Para ele, “os PM’s devem entender que o ano de 2008 foi positivo, mas este ano está sendo difícil, por causa da crise financeira”.

Gilmar Carvalho falou sobre negociações entre PM e Governo
Sobre a redução da carga horária para os policiais militares, o governador afirmou que uma equipe do Governo está examinando a proposta. Já as demais reivindicações serão tratadas pela Secretaria de Segurança Pública. “As negociações precisam ter um patamar de realidade. É preciso calma e tranqüilidade”, argumentou Déda.

Sessão da AL

Na sessão desta sexta-feira na Assembléia Legislativa, o deputado Gilmar Carvalho destacou os avanços das negociações entre o Governo do Estado e a PM. Para ele, “a redução da carga horária é necessária, pois existem policiais trabalhando 56 horas por semana, quando o correto é 40 horas”. Entretanto, Gilmar afirmou que o Governo precisa tratar da Lei de Organização Básica da Polícia Militar. “Se o Governo atender esta reivindicação ficará marcado como o melhor governo para os PM’s”, ressaltou Gilmar.

Por Valter Lima

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais