Deputado critica empréstimos para idosos

0

Antônio dos Santos: “É um negócio impressionante”

O deputado estadual Antônio dos Santos (PSC) fez um pronunciamento no grande expediente da Assembleia Legislativa na tarde desta segunda-feira, 24, para alertar os idosos sobre o risco que passam ao pedir um empréstimo consignado às instituições financeiras e empresas que estão fazendo propagandas no Estado.

Para o parlamentar, a divulgação de empréstimos a aposentados e pensionistas do INSS exercem uma pressão psicológica sobre os idosos “que já têm contra si um fator previdenciário que reduziu muito, mas a recomposição da renda ainda não sabemos quando vai ser. O salário do idoso é para mantê-lo, e muitas vezes para assistir a um neto ou filho e acaba sendo um cliente em potencial permanente das farmácias e ouve pelo rádio, vê na televisão e agora até os bancos estão oferecendo empréstimos e até sorteio de R$ 5 mil. É um negócio impressionante”, ressaltou Antônio dos Santos.

Assim como Antônio dos Santos, a deputada estadual Celinha Franco (DEM) informou que recebe em seu gabinete na Assembleia Legislativa diariamente pessoas que pegaram empréstimos e não conseguem pagar. Para ela, é preciso alertar a sociedade sobre estas instituições financeiras e sobre os riscos que podem causar à estrutura familiar que se vê atolada em dívidas. Antônio dos Santos afirmou que as instituições apelam e as pessoas são levadas a tirar empréstimos, mesmo sem necessidade.

O parlamentar ressaltou que é preciso encontrar uma maneira legal para coibir estas instituições “a praticarem este tipo de apelação criminosa. Esta pressão, essa divulgação insistente. Até parece que fazer um empréstimo é uma coisa boa. Mas não é. As vítimas dessas instituições são os velhos e aposentados”, reforçou o deputado. Ele lembrou que muitas pessoas trabalham apenas para conseguir atrair e convencer um número cada vez maior de aposentados a contraírem empréstimos.

Antônio dos Santos ressaltou que as instituições federais não estão oferecendo empréstimos consignados de forma apelativa, mas que esta prática é mais enfática nas instituições privadas e financeiras. O líder da oposição Venâncio Fonseca (PP) disse que quem está levando a maior desvantagem do mundo são os velhinhos e muitos deles sem o poder de consciência. “Muitas vezes os idosos têm a aposentadoria para sobreviver, mas acabam tomando empréstimo para parentes. Um pronunciamento como este pode abrir os olhos de quem pretende tomar um empréstimo”, aprovou o deputado estadual.

Para finalizar, Antônio dos Santos garantiu que se as propagandas não pararem pode ser feito um Projeto de Lei na Casa para a proibição de vez da divulgação dos empréstimos consignados que circulam em todas as mídias e que já tomaram as ruas com distribuição de panfletos e carros com alto falantes que circulam pelas vias públicas de Aracaju. “Se o idoso tiver a necessidade de um empréstimo, ele que procure uma instituição financeira e não estas propagandas apelativas que chamam sua atenção e que estão levando para o fundo do poço pessoas que devem muito e não têm condições de pagar”, concluiu Antônio dos Santos.

Fonte: Agência Alese

Comentários