Deputado diz que assessores se passaram por policiais

0

Augusto Bezerra: "Usaram o poder de polícia" (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O deputado Augusto Bezerra (DEM) garantiu na manhã desta quarta-feira, 27, que não contratou as garotas presas nesta terça-feira, 26, que estariam entregando panfletos denegrindo a imagem do prefeito Fábio Henrique. Ele lamentou que a voz de prisão tivesse sido dada “por assessores da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro”.

“Já ficou provado que as meninas foram detidas ilegalmente pelo secretário Henrique Matos, Rodrigo Paixão e pelo advogado Fausto Leite, que tentaram arrancar informações que ligassem a mim. As famílias das garotas prestaram Boletim de Ocorrência na manhã desta terça-feira, 26 porque elas foram detidas ilegalmente e constrangidas”.

Augusto Bezerra destacou que não foi o autor do panfleto que denigre a imagem do prefeito Fábio Henrique. “Eles fizeram tudo errado, tomaram até o lugar do delegado da 5ª Delegacia, usando o poder de polícia. Quero deixar claro a minha posição de respeito como pré-candidato à Prefeitura de Socorro e que eles estão montando farsas com meu nome. O meu advogado esteve lá quando tudo aconteceu e foi ameaçado. Chegaram ao ponto de dizer que vão cassar o meu mandato. Estão fazendo tudo desesperado e eu alerto à Justiça Eleitoral de que estão montando o que se chama de ‘cocó’. Sou um cidadão comum e tenho o direto de disputar as eleições”, ressalta.

Em entrevista ao Portal Infonet, o advogado Fausto Leite informou que entrará com representações contra os interessados na divulgação do panfleto, que seriam pessoas ligadas ao Partido Democratas. “As pessoas desceram do carro do DEM e o advogado do DEM esteve na delegacia para prestar assistências às moças. A representação será contra estes indivíduos que estão tentando tumultuar o processo eleitoral de Socorro”, entende o advogado Fausto Leite.

O assessor da Prefeitura de Socorro, Henrique Matos negou que tenham usado o poder de polícia e que tenham se identificado como policiais.

Por Aldaci de Souza

Comentários