Deputado pede ao Governo internet para estudantes e professores

0
Capitão Samuel é o autor das duas indicações (Foto: Jadilson Simões)

Foi aprovado nesta terça-feira, 22, durante sessão da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) duas Indicações do Poder Legislativo solicitando ao Governo do Estado que disponibilize linhas de créditos, para professores de rede pública comprar equipamentos eletrônicos, e que sejam feitos convênios com operadoras de rede móvel, para fornecer internet para alunos e professores das escolas públicas.

As indicações são de autoria do deputado estadual Capitão Samuel (PSC). De acordo com a justificativa do parlamentar, as indicações foram motivadas pela dificuldade enfrentada pelos alunos e professores durante o período de pandemia, que obrigou a todos a ter aulas online, e muitos não têm condições de ter acesso adequado as ferramentas necessárias.

A indicação nº 256/21 trata da disponibilização de uma linha de crédito de financiamento especial, junto ao Banco do Estado de Sergipe (Banese), para que professores da rede pública possam comprar computadores e smartphones durante o período da pandemia.

Já a indicação nº 257/21 pede ao Governo que realize convênios com a operadoras de rede móvel, com objetivo de oferecer dados móveis de internet para alunos e professores da rede pública.

Governo

De acordo com o Governo do Estado, no dia 1º de junho foi sancionada a Lei nº 125/2021, denominada Lei “Educação Mais Conectada”, que institui a ajuda de custo e o auxílio internet para os professores do quadro efetivo da rede estadual de ensino. Pela nova lei, serão disponibilizados R$ 5 mil em equipamentos eletrônicos, como tablets, celulares e notebooks, para professores lotados nas escolas estaduais. Além disso, a Lei também permite o fornecimento de um valor de R$ 70 em pacotes de dados, para que os educadores possam se adaptar e trabalhar com mais estrutura durante a pandemia.

Sobre a disponibilização de dados móveis e equipamento eletrônicos para os estudantes da rede pública, o Governo não informou se há algum tipo de incentivo.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais