Deputados alertam que parceria na Deso pode resultar em privatização

0
Georgeo Passos ressalta o risco de privatização da Deso (Foto: Jadilson Simões)

A publicação de um Chamamento Público para recebimento de propostas que tenham por objetivo a elaboração de estudos que demonstrem a viabilidade técnica, econômica-financeira e jurídica para estruturação dos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitário no Diário Oficial foi criticada por alguns parlamentares na sessão da última segunda-feira, 1º.

De acordo com os deputados estaduais Georgeo Passos (Cidadania) e Gilmar Carvalho (PSC) este chamamento tem o objetivo de deflagrar Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), o que pode ser passo inicial para a privatização da instituição.

O deputado estadual Georgeo Passos chama a atenção dos funcionários da empresa e toda a sociedade em geral para os riscos desta operação. De acordo com o parlamentar, a PMI ressuscita um tema que parecia encerrado na gestão do ex-governador Jackson Barreto. “Quando foi anunciado um estudo desse tipo através do BNDES, alertamos sobre a possibilidade de uma futura privatização. A mobilização foi grande e Jackson voltou atrás. Agora, Belivaldo retorna com esse interesse. Precisamos ficar atentos”, afirmou.

Gilmar Caralho utilizou a tribuna para denunciar a falta de gestão (foto: Alese)

Já o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) declarou que  o governo atribui  problema da Deso ligados ao desperdício da água.  “O governo  não tem coragem de cobrar dos municípios o pagamento em dia das dívidas  e prefere falar em desperdício, cujo o volume, a culpa é, única e exclusiva, do estado. Se existe um desperdício aí afora, em razão de gatos, nós temos na polícia civil de Sergipe uma dos melhores serviços de inteligência do pais. Talvez só perca para a segurança pública de São Paulo, e esses serviços não são utilizados. Então a culpa é do governo do Estado”, avaliou Gilmar.

Deputado ainda declarou que “o governo ao retomar então essa possibilidade de busca de uma parceria, que está clara hoje no diário oficial, ele  está dizendo que se não conseguir irá buscar um jeito de patrocinar. Pois, afinal de contas, o governo Federal vem tentando estimular os governos estaduais  a promover imediatamente privatização  das companhias de saneamento. Isso é claro e é público”, avalia Gilmar Carvalho.

Com informações da Ascom Alese

Comentários