Deputados divergem quanto à possibilidade de reduzir seus salários

0
A proposta da deputada foi apresentada durante sessão remota  (Foto: Facebook Alese)

A deputada estadual Maria Mendonça propôs, durante sessão remota realizada na ultima quarta-feira, 8, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) que o salários dos parlamentares fosse reduzido temporariamente e o montante economizado destinado ao combate ao Covid-19 em Sergipe. A proposta da deputada não foi bem aceita por alguns colegas

A proposta da deputada é que os deputados tenham redução salarial (Foto: Arquivo / Assessoria da Parlamentar)

A deputada Maria Mendonça sugeriu iniciar uma conversa para se chegar a um percentual que pudesse ser retirado temporariamente dos salários dos parlamentares. “ Essa seria uma forma de dar a nossa contribuição e ajuda para vender esse vírus. Cada um faz sua parte e assim ajudamos nesse momento tão difícil. A ideia está posta, e entendo que todos devem se sacrificar para evitar que tantos óbitos aconteçam”, disse.

O deputado Adailton Martins de imediato pediu ao presidente da Casa, Luciano Bispo (MDB), que comunicasse ao setor pessoal da Alese que os deputados que quisessem doar seus salários estavam liberados, mas que não concordava com a proposta de mexer nos salários dos parlamentares.

“Isso é demagogia”, disse o deputado Adailton Martins (Foto: rede social)

“ É muito bom falar pelos outros. Cada um sabe do seu salário, então, quem quiser que vá até o setor pessoal e faça a doação do seu salário. Isso é demagogia. Estão usando disso para divulgar nas redes sociais. Peço que o presidente deixe liberado no setor pessoal para quem quiser doar”, retrucou.

O presidente da Alese não descartou, mas também não confirmou se a proposta será colocada em discussão na Casa Legislativa. “ Temos uma lista com os nomes dos deputados que estão destinando R$ 500 mil de suas emendas para o Governo do Estado enfrentar esse vírus. Se todos fizerem a doação serão 12 milhões destinados ao Estado. Essa é uma grande contribuição. Em relação aos salários, eu mesmo tenho ajudando a muitas pessoas na minha cidade e tudo que estamos fazendo é com os nossos salários”, justifica Bispo.

Luciano Bispo não descartou, mas também não disse que a proposta da colega seria discutida (Foto: Facebook Alese)

O líder do Governo, Zezinho Sobral (Pode), parabenizou a iniciativa da Casa em destinar as emendas para o combate a Covid-19, mas defendeu que cada um, de forma individual, deve escolher como contribuir com essa crise. “ Em relação a contribuição individual temos nossas responsabilidades e escolhas de contribuição. Todos nós estamos contribuindo de alguma maneira de acordo com a necessidade e com a relação social, pessoal e política”, diz.

O deputado capitão Samuel (PSC), que também já se manifestou favorável à redução salarial do poder Legislativo, assim como dos demais poderes, rebateu as declarações dos colegas. “Primeiro quero deixar claro que ninguém aqui está fazendo demagogia com o dinheiro do outro. Ser político é uma escolha e é a população que coloca a gente aqui. As emendas que serão destinadas não é recurso no Legislativo e sim do Executivo. Esses 12 milhões já estão no orçamento, tem que ter a contribuição do poder Legislativo assim dos outros poderes. Esse é um momento de crise para todos, então, todos devem economizar e se sacrificar”, ressalta.

Ao final da discussão, o deputado Adailton Martins se desculpou com a deputada Maria Mendonça e com o deputado capitão Samuel.

Ofício

Também favorável à redução dos subsídios dos deputados e a implementação de outras medidas para ajudar na economia do Estado e no combate a pandemia do Covid-19, o deputado Gilmar Carvalho (PSC) protocolou ontem um ofício na Alese.

Gilmar protocolou o ofício na Alese na quarta-feira, 8 (Foto: Jadilson Simões)

“Em face da gravidade desta situação, esta Casa do Povo não pode silenciar. Deve agir de forma pronta e imediata, envidando todos os esforços necessários para buscar a construção de uma solução”, diz o deputado no ofício.

Os pedidos feitos ao presidente da Casa são: redução dos subsídios dos deputados estaduais, com pedido da Mesa Diretora para que o mesmo ocorra nos salários do governador, vice, secretários, juízes, desembargadores, conselheiros do TCE, promotores e procuradores de Justiça; redução à metade do valor das emendas impositivas; manter suspensas passagens e diárias da Alese; e solicitação ao governador para que determine a suspensão do pagamento de jetons por participação em todos os conselhos estaduais, da administração direta e indireta do Poder Executivo.

Por Karla Pinheiro

Comentários