Dia Nacional dos Agentes de Saúde é comemorado na CMA

0

(Foto: Divulgação)

Durante toda a manhã desta sexta-feira, 04, o deputado federal André Moura e o senador Eduardo Amorim participaram da Sessão Especial sobre os Agentes de Saúde e de Endemias em comemoração ao Dia Nacional destes profissionais, ocorrida na Câmara de Vereadores de Aracaju.

Estiveram presentes à sessão, o senador Eduardo Amorim, os vereadores Dr. Agnaldo, Emanuel Nascimento, a secretária de Saúde de Aracaju, Goretti Reis, o presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias do Município de Aracaju (Sacema), Roberto Messias, o presidente do Sindicato dos Funcionários do Ministério da Saúde e da Funasa, Ricardo Cardoso Nunes.

Abrindo a solenidade, Roberto Messias fez um retrospecto da situação em que vive a categoria em todo o Estado e anunciou que no dia 23 de outubro, data acordada entre o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves e representantes estaduais dos agentes de Saúde e de Endemias, para a votação do piso salarial para a categoria e também, para o dia 15 de outubro, uma paralisação de 48 horas como indicativo de greve, uma vez que o valor de R$ 950,00 do Governo Federal não são repassados para os profissionais. "Levaremos um ônibus com 50 agentes à Brasília para lutar pela classe nesse dia que será tão importante. E que a paralisação mostre que estamos organizados na busca de um direito real", informou.

Para Givaldo Henrique de Jesus, supervisor de Endemias, a aprovação do piso é o atendimento de uma reivindicação antiga da classe e, além da melhoria salarial, também ajudará a motivá-los para o trabalho. "Quando isso acontecer o agente trabalhará junto à comunidade com mais carinho, pois se sentirá valorizado. É um benefício não só para oa agentes, mas também para a gestão municipal e para a população, pois a satisfação se refletirá no trabalho", observou. "O Brasil permanece em 85º lugar no ranking mundial do IDH e recentemente o País também ficou na penúltima posição na relação global de qualidade de educação, por tanto precisamos conceber atenção à área", disse senador Eduardo Amorim.

Em seguida, o líder do PSC, André Moura discursou ressaltando a importância da atuação dos agentes na prevenção da saúde da população e sua luta na Câmara dos Deputados em prol da aprovação do piso salarial nacional da categoria. "Dia 23 de outubro é o dia em que o presidente Henrique Eduardo Alves, atendendo ao meu pedido, juntamente com o do líder do DEM, Ronaldo Caiado, marcou para que a votação acontecesse. Defendo com tanta determinação essa profissão, porque além de fazer um trabalho preventivo às doenças, estes profissionais também são psicólogos e amigos da comunidade", destacou.

Moura concluiu que apesar do repasse do Governo Federal ser feito, as prefeituras não são obrigadas, pois existe uma falha na Lei que não obriga a fazê-lo. "A Lei, quando aprovada não foi redigida da forma correta e justa para os agentes. Repassam quanto querem e argumentam que precisam ficar com parte do valor para bancar a estrutura de trabalho dos agentes. Por isso aprovaremos a Lei onde, além do piso, os prefeitos terão obrigatoriedade de repaasar o valor integral previsto", concluiu.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais