Dr Gonzaga sugere uso de leitos de hotéis para isolamento

0
(Foto: assessoria do parlamentar)

O vereador Dr. Gonzaga (PSD) deu entrada na Câmara Municipal de Aracaju, ontem, em uma Indicação encaminhada ao prefeito Edvaldo Nogueira para que analise a criação de uma parceria com a rede de hotéis e pousadas de Aracaju, com o objetivo de disponibilizar no mínimo 20% (vinte por cento) de suas vagas a moradores da capital positivados com a Covid-19 que comprovem ser hipossuficientes e que não possuam estrutura para cumprir o isolamento em suas residências sem riscos de infectar seus familiares.

“Como médico eu tenho recebido inúmeras mensagens de pacientes e amigos que me relatam com preocupação algum sintoma, com medo que possa contrair a doença e não ter como fazer o isolamento determinado pelas autoridades de saúde, pois muitas dessas pessoas moram com os pais idosos, filhos ou sogros e não tem como isolar alguém positivado”, explicou o parlamentar.

De acordo com a sugestão do vereador, os valores das diárias e de alimentação devem ser pré-acordados entre as partes, fixando-se uma quantia abaixo dos valores praticados no mercado antes da pandemia, os quais ficarão as expensas da Prefeitura Municipal de Aracaju. “É sabido que o estado de pandemia na cidade levou os governantes a decretar o fechamento de hotéis e pousadas, que se encontra com os leitos ociosos, os quais podem ser utilizados de forma solidária para evitar a proliferação da pandemia em nossa cidade”, esclareceu.

A propositura prevê que para ter acesso ao benefício o indivíduo deverá cumprir alguns requisitos, tais como ser comprovadamente atestado como portador do coronavírus (Covid-19), residir em Aracaju e um imóvel com mais de duas ou três pessoas, e que a residência não possua cômodos suficientes que possibilite o isolamento da pessoa infectada.

Determina, ainda, que a parceria para utilização dos leitos hoteleiros durará apenas durante o estado de calamidade pública. “Os infectados utilizarão os estabelecimentos apenas no período de isolamento de 14 dias, prazo correspondente ao tempo de transmissão do vírus, determinado pelas autoridades de saúde”, justificou.

Dr. Gonzaga reforça que a falta de estrutura física das residências para cumprir o isolamento do infectado, coloca em risco a proliferação da doença no seio de toda a família. “Esses familiares, além da exposição à doença, serão, por motivos óbvios, transmissores em potencial do vírus, aumentando sobremaneira o contágio comunitário pelo coronavírus (Covid 19)”, alertou.

O vereador concluiu que além de manter essas pessoas no isolamento adequado, essa situação irá facilitar também o processo de monitoramento desses infectados por parte da Secretaria de Saúde

Fonte: assessoria de imprensa do parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais