Eleições de Neópolis: candidato desistente ainda não tem substituto

0

Faltando 12 dias para as eleições suplementares de Neópolis, o candidato desistente Aminthas Diniz Torjal Dantas (PDT) ainda não conhece quem pode ser seu substituto no pleito. A informação foi dada pelo próprio candidato, que diz estar esperando por uma reunião com os partidos coligados para definir sua situação.

Na semana passada, Aminthas Torjal afirmou ao Portal Infonet que não tinha mais interesse em disputar as eleições. Ele declarou que Neópolis passa pela maior crise moral dos últimos anos e que o nível da política no município está muito baixo. O candidato, no entanto, não entrou em detalhes sobre os motivos que o levaram a abrir mão do pleito. Aminthas está na expectativa pela reunião dos partidos candidatos que deve definir seu substituto.

O que muda?

A substituição do candidato ou a renúncia da candidatura, teoricamente, não provocam mudanças no processo de votação. Havendo dois ou apenas um candidato, as eleições transcorrem normalmente no próximo dia 25 de outubro.

Caso a substituição de Aminthas seja oficializada antes de as urnas serem preparadas para a eleição, o substituto já terá seu nome e sua foto nas urnas no dia da votação. Caso as máquinas já estejam prontas com a identificação do candidato desistente, e só depois disso houver o comunicado de substituição, então o eleitor votará ainda no candidato antigo, e todos esses votos serão computados ao substituto.

Caso semelhante aconteceu em Malhador, no final do ano passado, quando um dos candidatos à eleição suplementar foi substituído na noite anterior à votação. Nesse caso, Sarina Moreira Faro substituiu seu esposo, Jadson Vieira Faro, que renunciou sua candidatura às vésperas das eleições.

Se houver renúncia de candidatura, ou seja, caso Aminthas Torjal oficialize sua saída da disputa sem nenhum substituto, as votações ainda assim ocorrem normalmente. Todos os votos computados para Aminthas serão automaticamente anulados.

Comentários