Eleições foram tranquilas no MPE

0

Votação aconteceu das 8h às 12h no sétimo andar do MPE (Fotos: Portal Infonet)
Foram realizadas durante toda a manhã desta segunda-feira, 28, no Plenário Governador Djenal Tavares Queiroz, no Ministério Público Estadual (MP), eleições para a indicação de nomes com vistas ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), cujo candidato único foi o promotor Eduardo Lima Matos e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com a candidatura também única do procurador Celso Luís Dórea Leó, o que dispensou a formação da Lista Tríplice e a escolha dos nomes pelo presidente do Conselho Superior do Ministério Público, Orlando Rochadel.

Agora, os nomes dos dois integrantes do Ministério Público Estadual em Sergipe serão encaminhados ao Colégio de Procuradores em Brasília para que os escolhidos nos Ministérios

Dr. Rodomarques Nascimento
Públicos de todo o país, possam ser sabatinados no Senado Federal. Os indicados para integrar o CNMP e o CNJ farão uma gestão de dois anos.

Segundo o coordenador geral do Ministério Público Estadual, Rodomarques Nascimento, as vagas são atribuídas aos Ministérios Públicos de todos os estados. Foi aberto o processo eleitoral pelo Dr. Orlando Rochadel, cujas inscrições puderam ser feitas até o último dia 14 de março.

“Mas apenas solicitou a inscrição  à vaga de conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o procurador de Justiça,

Dr. Celso Luis Dória Leó
Celso Luis Dória Leó e à vaga de representante do Ministério Público de Sergipe no Conselho Nacional do Ministério Público, o promotor de Justiça, Eduardo Lima Matos”, informa.

Ele disse ainda que as eleições foram tranqüilas, a votação secreta e o voto obrigatório. “Está tudo dentro da normalidade. As eleições seguem tranqüilas, as cédulas de votações foram divididas em duas partes, sendo que a primeira contém o nome do candidato ao CNMP e a segunda, do candidato ao CNJ. O voto pessoal e obrigatório, será exercido somente pelos membros ativos do Ministério Público. “Esperamos e desejamos que os dois candidatos possam ser selecionados em Brasília para elevar o nome do Estado de Sergipe”, destaca Dr. Rodomarques Nascimento.

Dr. Edurado Matos
Candidatos

Os dois candidatos conversaram com a reportagem do Portal Infonet e mostraram-se preparados para assumir os cargos. “A disputa na realidade vai ser no Colégio de Procuradores, quando será formada uma Lista Tríplice, cujos escolhidos participarão de uma sabatina no Senado. E Sergipe é um Estado pequeno que pode surpreender”, acredita Dr. Celso Luis Dórea Leó, acrescentando ter 29 anos de carreira. “Sei perfeitamente como funciona a máquina judiciária”, complementa.

“Será uma disputa muito ampla no Conselho Nacional de Procuradores gerais de onde sairão os nomes indicados para fazer a fiscalização e o acompanhamento de todos os Ministérios Públicos do Brasil. Após 23 anos como promotor de Justiça, acredito já ter um pouquinho de experiência para assumir o cargo”, brinca Dr. Eduardo Matos.

Dos 106 votos válidos, houve três nulos para o CNJ e três nulos para o CNMP, bem como onze votos em branco para o CNJ e doze para o CNMP.

Por Aldaci de Souza

Comentários