Eleitores de Neópolis voltarão às urnas

0

Eleitores da cidade terão que voltar às urnas
Após a cassação do prefeito Carlos Roberto Guedes, o Carlinhos, os eleitores da cidade de Neópolis voltarão às urnas para escolher um novo gestor para o município. Essa será a terceira eleição extra que ocorre em Sergipe após o pleito de outubro de 2008. Malhador e Nossa Senhora da Glória enfrentaram a mesma situação.   

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE) ainda preparará o acórdão (peça escrita com a decisão de um julgamento) e enviará ao Diário Oficial na sexta-feira, 24. Após a publicação, que deverá ocorrer na segunda, 27, o TRE informará oficialmente a Câmara Municipal de Neópolis  sobre a cassação do atual prefeito, destituindo-o do cargo.

Carlinhos teve mandato cassado
A decisão não cabe recurso no TRE/SE, mas Carlos Roberto Guedes pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para tentar permanecer no cargo, o agora ex-prefeito de Neópolis terá que pedir efeito suspensivo da decisão do TRE e outro para se manter na posição de gestor municipal.

Entenda a cassação

Carlos Roberto, reeleito em 2008, foi acusado de ter usado recursos da prefeitura no abastecimento de veículos de sua campanha eleitoral. Ele já tinha sido cassado pela juíza eleitoral Rosivan Machado da Silva e apresentou recurso ao TRE. O procurador Regional Eleitoral, Paulo Guedes, sustentou que o uso da máquina administrativa ficou comprovado, pois da relação de abastecimento enviada pelo posto de combustível constavam carros de familiares do prefeito, de correligionários, de trios elétricos e carros de som.

Comentários