Eleitores enfrentam longas filas para regularizar título

0
O atendimento começou a ser feito às 7h

Quem foi ao Fórum Desembargador Aloísio de Abreu Lima na manhã desta terça-feira, 8, para regularizar o título de eleitor enfrentou uma longa fila. Isto porque hoje é o penúltimo dia para requerer a inscrição eleitoral, alterar dados cadastrais ou transferir o domicílio eleitoral para estar apto a votar nas eleições de outubro.

De acordo com o coordenador da Central de Atendimento do Fórum, Luiz Ferreira, ao todo, são distribuídas 700 senhas por dia a partir das 5h30 e o atendimento no local se inicia às 7h, encerrando às 13h. Por conta da grande demanda, as senhas acabaram por volta das 8h.

Segundo o coordenador, neste momento, para que se evite grandes filas, é recomendado que só se dirijam à Central aqueles eleitores que necessariamente precisam fazer o primeiro título ou transferência do domicílio eleitoral. “Aquelas pessoas que precisam fazer o rezoneamento, ou seja, aquelas oriundas da 36ª vara eleitoral, inclusive os eleitores da Barra dos Coqueiros, podem fazer essa operação a partir da próxima semana. Eles não precisam vir agora, e está havendo muita situação deste tipo, estes eleitores podem vir em outro momento com mais tranquilidade e menos transtorno”, explica.

Para conseguir pegar as senhas, o auxiliar administrativo Thiago Santos Pedroso e a cabeleireira Audilene Aragão da Silva chegaram ao Fórum às 5h30. “Passamos por uma fila enorme, depois por outra, e aguardamos para fazer esse processo”, comenta o auxiliar. Segundo Audilene, enfrentar tal situação para obter a regularidade do título é algo cansativo. “Como sempre tá péssimo, novamente teve a falta de organização”, declara.

Thiago e Audilene foram regularizar a situação

Longas filas foram formadas

Porém, eles reconhecem a necessidade de que a regularização seja feita. “É necessário para que a gente possa mudar algo em nosso país”, afirma Thiago.

Documentos

Para obter o título de eleitor, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral de sua região com documento de identidade; comprovante de residência original e recente; e certificado de quitação do serviço militar para os maiores de 18 anos do sexo masculino.

Para verificar se o seu título de eleitor está regular, basta preencher o nome completo e a data de nascimento diretamente na página do Tribunal Superior Eleitoral. Quem ficou mais de três eleições sem votar ou justificar sua ausência nas urnas, por exemplo, deve regularizar a situação.

O primeiro turno da eleição ocorrerá no dia 7 de outubro e o segundo turno no dia 28 de outubro.

Por Yago de Andrade
Com informações da Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais