Emmanuel destaca alimentação saudável

0

Emmanuel Nascimento (Foto: Alberto Dutra)
Durante a sessão plenária de quinta-feira, 31, o presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Emmanuel Nascimento (PT), abordou sobre a importância de manter uma alimentação saudável e bem orientada. “Essa não é uma questão simples. Tem muitas pessoas adoecendo e vivendo menos por conta de maus hábitos alimentares. A obesidade é um exemplo disto”, falou.

Na opinião do parlamentar, o Governo precisa investir mais em ações preventivas que visem incentivar as pessoas a seguirem bons hábitos alimentares. “Essa também deve ser uma obra do gestor. E poderia dar início nas escolas. Este parlamento mesmo já deu sua contribuição neste sentido ao criar o projeto de lei que proíbe a venda de frituras, biscoitos recheados e refrigerantes em cantinas escolares”, ressaltou.

Na percepção de Emmanuel, muitos dos vícios alimentares partem dos costumes da sociedade e da falta de informação sobre como seguir uma dieta balanceada. “Eu mesmo acostumado a comer cuscuz pela manhã, feijão com arroz e carne no almoço e mais uma vez cuscuz à noite. Depois com o acompanhamento nutricional descobri que minha alimentação estava errada e deveria comer pequenas refeições seis vezes ao dia”, destacou.

Em contribuição ao discurso, o vereador Dr. Gonzaga (PMDB) falou que os bons hábitos alimentares devem ser iniciados na infância para evitar problemas clínicos como a obesidade ou carência nutricional. “Quanto mais coloridas forem as refeições, mais saudáveis elas são. Diversificar os alimentos a serem ingeridos e praticar exercícios regularmente podem evitar problemas como diabetes, colesterol alto e hipertensão”, avaliou.

Seguindo a mesma linha e pensamento, Elber Batalha (PSB) voltou a mencionar o projeto de lei que incentiva a venda de alimentos saudáveis em escolas e considerou que ações públicas também podem contribuir na mudança de hábitos alimentares. “Assim difundimos e tentamos incutir a cultura de incentivo a uma alimentação mais saudável”, completou.

Ao final do pronunciamento, Emmanuel reforça que permanecerá prestando o serviços voltados a garantia da qualidade vida da população.

Fonte: Ascom CMAju

Comentários