Estado de Sergipe vai receber investimento em três obras

0
Jackson Barreto esteve em reunião com a presidente Dilma (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Um encontro estratégico para discutir o aperfeiçoamento dos mecanismos de combate aos efeitos da seca através das políticas no âmbito da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), através da interlocução dos membros do seu Conselho Deliberativo (Condel). Este é o objetivo da reunião iniciada no início da tarde desta sexta-feira, 9, em Salvador (BA), contando com a participação da presidenta da República, Dilma Rousseff, do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, e do governador em exercício, Jackson Barreto.

Ao lado dos demais governadores e representantes dos governos da região, além dos vice-governadores do Espírito Santo e Minas Gerais, os representantes do Governo Federal vão avaliar a apresentação de um relatório de cada Estado sobre as ações em curso contra os efeitos da seca.

Na ocasião, a presidente anunciou um investimento de R$ 1,8 bilhão em 77 obras que vão aumentar a oferta de água em municípios do Nordeste e Norte de Minas Gerais (área de abrangência da Sudene). Entre as obras anunciadas, estão três em território sergipano: sistema integrado de Tomar do Geru (recebendo um investimento R$ 69 milhões), a ampliação do sistema integrado do Alto Sertão (R$ 74,3 milhões), e a ampliação do sistema integrado Sertaneja (R$ 13, 2 milhões).

“Estas obras são de extrema importância e vão beneficiar o abastecimento de água para milhares de sergipanos, representando um investimento superior a R$ 156 milhões”, afirmou o governador em exercício, Jackson Barreto, momentos antes de assinar o termo de compromisso para início das obras.

Ênfase no Combate à Seca

“Dentre outros aspectos, também vamos abordar nesta reunião as alterações de programação do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), elevando a disponibilidade de recursos do Programa Emergencial para a Seca em R$ 500 milhões, chegando à disponibilidade total de R$ 1,5 bilhão”, apontou também o governador em exercício.

Ainda na programação da reunião está prevista a apresentação de um balanço das ações de combate à seca anunciadas pela presidenta em Aracaju no início do ano, além de uma apresentação de diagnóstico de impacto do risco hídrico para o Nordeste brasileiro, apontando as regiões onde a estiagem se apresentará de maneira mais crítica.

Também participam da reunião, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, a ministra chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Helena Chagas, o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o general sergipano Elito Vasconcelos, o superintendente da Sudene, Luiz Gonzaga Paes Landim, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, dentre outras autoridades e dirigentes de órgãos federais.

O governador em exercício, Jackson Barreto, está sendo assessorado pelo secretário de Estado da Agricultura, José Macêdo Sobral.

Fonte: Secom Governo

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais