Fames reforça importância da renegociação de dívidas

0

Tonhão (Foto: Fames)

Na semana passada, o Conselho Monetário Nacional (CMN), por meio das resoluções 4.188 e 4.189, autorizou o Banco do Nordeste (BNB) a renegociar dívidas  de produtores rurais atingidos pela seca. A nova medida permite prorrogar parcelas com vencimento entre 1° de janeiro de 2012 e 30 de junho de 2013 para 1° de julho deste ano. O prazo para pagamento é de até cinco anos em caso de perdas superiores a 30% da renda.

Serão beneficiados os produtores rurais de qualquer porte, desde que suas operações de custeio e/ou investimento estivessem adimplentes em 31 de dezembro de 2011, e os empreendimentos localizados em municípios da área de atuação da SUDENE, com situação de emergência ou estado de calamidade pública decretado após 1° de dezembro de 2011, com reconhecimento pelo Governo Federal.

Para as parcelas vencidas no período estabelecido nas Resoluções do CMN, serão dispensados os juros e multas, mantendo-se os encargos financeiros para a situação de normalidade. O prefeito de Monte e Alegre e presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES), Antônio Fernandes Rodrigues (“Tonhão”” – PSC), frisou a importância da iniciativa. “Sabemos de todas as dificuldades e dívidas que muitos produtores têm junto aos bancos. Com certeza, essa renegociação vai ajudá-los a se organizar e quitar seus débitos”, frisa Tonhão.

A seguir, as condições de renegociação para produtores com perda superior a 30% da renda e que comprovem incapacidade de pagamento:

• Custeio da safra 2011/2012 e 2012/2013 – Prorrogar as parcelas para 01/07/2013 ou em até cinco parcelas anuais, com vencimento da primeira prestação em até um ano após formalização da renegociação,
• Custeio de safras anteriores e investimento (exceto BNDES/FINAME) – Em até um ano após o vencimento da última parcela vincenda constante do atual cronograma de reembolso da operação;
• Investimento com recursos da FINAME/BNDES – Incorporação ao saldo devedor e redistribuição nas parcelas vincendas/restantes ou prorrogação para até um ano após o vencimento da última parcela a vencer, constante do atual cronograma de reembolso da operação.
Os produtores deverão procurar sua Agência de relacionamento do BNB para adotar as providências necessárias.
Fonte: BNB

Fonte: T.Dantas

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais