Gestantes e puérperas: deputada pede ao Governo retomada da vacinação

0
A Deputada se une as gestantes e puérperas na luta por vacinação (Foto: Assessoria da parlamentar)

Se unindo a luta das gestantes e puérperas, a deputada Maísa Mitidieri (PSD) apresentou nesta quinta-feira, 17, a Indicação nº 341/21 que solicita ao Governo de Sergipe a retomada da vacinação contra a covid-19 de mulheres gestantes, lactantes e puérperas, sem comorbidades.

A deputada justifica seu pedido com base em pesquisas realizadas ao longo de 2020, que comprovam que através do leite materno de mães vacinadas, os bebês estão desenvolvendo anticorpos contra a covid-19, sem riscos para as crianças.

Outro ponto presente na justificativa da deputada é o estímulo ao aleitamento materno. Maísa lembra também que as crianças até dois anos de idade são proibidas de usar máscara pelo alto risco de sufocamento, e por conta disso eles ficam mais vulneráveis a contaminação. Com a vacinação das mães, os bebês também estão ficando imunizados, estratégia que segundo a deputada é eficiente e econômica.

A indicação foi aprovada por unanimidade na sessão mista desta quinta-feira da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

SES

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que diante do cenário de escassez de vacinas, a Secretaria tem seguido as diretrizes do Plano Nacional de Imunizações (PNI), elaborado pelo Ministério da Saúde. As grávidas e puérperas sem comorbidades foram retiradas do PNI para investigação de um caso adverso grave. Ainda não há um retorno desse grupo. Se a SES incluir as grávidas e puérperas sem comorbidades nesse momento, terá que tirar vacina de outro grupo prioritário. Portanto, aguardamos novas remessas de vacinas e as novas deliberações do PNI para avançar na cobertura vacinal.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais