Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil

0
Jair Bolsonaro e a mulher, Michele (foto: Tânia Regô/ Agência Brasil )

Jair Messias Bolsonaro é o novo presidente do Brasil. Com 100% das urnas apuradas, o candidato do PSL obteve 55,13% dos votos válidos contra 44,87% de Fernando Haddad (PT). A vitória de Bolsonaro interrompe uma sequência de quatro vitórias consecutivas do Partido dos Trabalhadores nas eleições presidenciais. Já em Sergipe, o candidato Fernando Haddad obteve mais votos. Foram 67,54% (759.061 votos) contra 32,46% (364.860 votos).

Ministérios
Após a vitória, Bolsonaro confirmou seus quatro primeiros nomes para alguns ministérios. No ministério da Fazenda, figura desde o início o economista Paulo Guedes. Para a Casa Civil, foi escolhido o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Para o Ministério da Defesa, a escolha recaiu sobre o general reformado Augusto Heleno. E na pasta de Ciência e Tecnologia, o astronauta brasileiro Marcos Pontes, que é tenente-coronel da Aeronáutica, também foi confirmado por Bolsonaro.

Biografia
Nascido em Glicério, São Paulo, em 1955, Jair Messias Bolsonaro é militar da reserva do Exército Brasileiro e foi eleito deputado federal por sete mandatos consecutivos. Formado na Academia Militar das Agulhas Negras em 1977, serviu grupos de artilharia de campanha e paraquedismo do Exército Brasileiro. É pai de Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro, deputado estadual fluminense e senador eleito, e de Eduardo Bolsonaro, deputado federal por São Paulo.

Bolsonaro ingressou na reserva em 1988, com o posto de capitão, para concorrer à Câmara Municipal do Rio de Janeiro naquele ano. Foi eleito vereador pelo Partido Democrata Cristão, partido que seria extinto em 1993. Em 1990, candidatou-se a deputado federal pelo Estado do Rio de Janeiro e foi o candidato mais votado – com apoio de 6% do eleitorado fluminense.

Além do PDC, Bolsonaro foi filiado a outros oito partidos ao longo de sua carreira política: PPR (1993-95), PPB (1995-2003), PTB (2003-2005), PFL (2005), PP (2005-2016), PSC (2016-2017) e o PSL (2018). Na Câmara, Bolsonaro atuou como titular da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, e foi suplente na Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Com informações da Agência Brasil

Comentários