João Alves Filho inaugura comitê de campanha

0

Comitê está localizado a av. Barão de Maruim (Fotos: Diógenes Di)

“Eu tenho o apoio de três prefeitos corajosos e quero mantê-los,  não tenho dinheiro e não tenho líder político. Mas, tenho fé em Deus e o apoio do povo sergipano. É assim que vamos ganhar esta eleição. Porque o voto de um mendigo tem o mesmo valor do voto de um presidente da República”.  Com essa determinação, João Alves Filho (DEM), candidato ao governo de Sergipe pela coligação “Em nome do povo”,  conclamou os sergipanos a marcharem rumo à vitória no dia 03 de outubro.

As declarações de João Alves aconteceram durante a “Festa do Negão,  em comemoração a inauguração do comitê localizado à avenida Barão de Maruim, na noite da segunda-

Candidato fala aos presentes
feira,  9 de agosto, reunindo centenas de pessoas que lotaram a avenida,  exigindo o bloqueio do trânsito no local.  João Alves chegou ao evento de mãos dadas com a senadora da República, Maria do Carmo Alves.

Estiveram presentes, o candidato a vice-governador Nilson Lima (PPS); os candidatos ao senado, Emanuel Cacho (PPS) e José Carlos Machado (DEM); todos os candidatos a deputado federal e estadual da coligação. O evento foi prestigiado pelos prefeitos Luciano Bispo (Itabaiana),  José Arinaldo (Frei Paulo) e Gilson dos Anjos (Barra dos Coqueiros).

Senadora Maria do Carmo participou do evento
Desesperança

João Alves declarou que, embora estimulado por vários amigos e lideranças políticas, inclusive nacionais, abriu mão de disputar mandato de senador, dado como certo, para enfrentar o principal adversário. “Depois do período que estive em São Paulo, retornei a Sergipe e passei 15 dias em visita ao interior do Estado. Foi quando decidi que seria candidato a governador porque pude constatar o sergipano acabrunhado,  desacreditado e até desesperançoso, visto que prometeram ao povo mudança, mas não avisaram que as mudanças eram para pior”, justificou. 

Trabalho

Para João Alves,  o pleito eleitoral se resumirá a uma disputa entre discurso bonito e o governo de resultados.  “Esta será a eleição mais importante de Sergipe porque decidirá pelo resgate de um projeto viável de desenvolvimento para o estado. Será uma disputa clara entre a lorota e o trabalho, porque prometeram ao povo mudanças e pregaram que Sergipe gozaria de vantagens administrativas em conseqüência de laços de afinidade existente entre o atual governador e o presidente da República. Um governador que dorme no quarto ao lado do presidente, que toma café-da-manhã, almoça e janta, no palácio presidencial. Lamentavelmente, os sergipanos viram que este relacionamento estreito entre governador e presidente não trouxe nenhuma obra estruturante para o Estado”, lamentou João.

Fonte: Assessoria do candidato

Comentários