João pede orações para Déda

0

Durante as visitas que fez no Sertão sergipano, no último final de semana, o ex-governador João Alves Filho (DEM) concedeu entrevistas nas rádios “Boca da Mata” (Nossa Senhora da Glória) e Gazeta de Pão de Açúcar (Porto da Folha). Nas duas oportunidades, o democrata pediu a palavra antes das entrevistas e disse que está vivendo um momento de “silêncio sabático”, ou seja, ele não tecerá críticas ao governo do Estado até que o governador Marcelo Deda (PT) esteja plenamente recuperado do segundo procedimento cirúrgico a que se submeteu em São Paulo (SP).

“O governador Marcelo Deda está com a saúde fragilizada neste momento. Isso me lembra muito o período em que vi minha esposa e senadora, Maria do Carmo (DEM), morta por três vezes. E foram as rezas e orações dos sergipanos que mantiveram-na entre nós. Peço a todos os sergipanos, independente de cor partidária, que rezem pela ampla recuperação do governador Marcelo Deda, para que ele volte logo ao trabalho”, pediu o ex-governador.

Sertão – Em seguida, já nas entrevistas, João Alves procurou desfazer o mito de que seu terceiro governo ele preferiu construir a ponte Construtor João Alves a fazer outros investimentos no Estado. “Estou conversando com os meus amigos sertanejos que só o projeto Água em toda Casa representou um investimento do Estado quase três vezes maior do que a ponte. No nosso governo 55 mil residências em Sergipe passaram a ter água”, comentou.

Comentários