Kitty se reúne com microempreendedores do setor de eventos sociais

0
Kitty Lima se reúne com microempreendedores e ouve demanda para enfrentamento à crise no setor de eventos sociais (Foto: ascom)

A pandemia da Covid-19 que tem afetado indiscriminadamente toda a sociedade sergipana tem causado, inevitavelmente, maior impacto para aqueles que trabalham com a prestação de serviço, sendo ainda mais sentida pelos microempreendedores do setor de entretenimento. Na manhã desta terça-feira, 15, a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) esteve reunida com representantes da Associação União de Fornecedores de Eventos Sociais de Sergipe para ouvir as principais demandas desses trabalhadores no enfrentamento à crise.

Durante a conversa com a deputada, alguns microempreendedores que trabalham com eventos sociais (festas de aniversário e casamento, por exemplo) relataram as grandes dificuldades que vêm enfrentando diariamente no enfrentamento à crise causada pela pandemia que limitou a atuação profissional, fazendo assim com que muitos deles perdessem totalmente suas rendas.

Diante do cenário alarmante onde muitos desses trabalhadores estão sem condições de comprar o básico para o seu sustento e o da sua família, a associação solicitou o apoio da deputada Kitty Lima para intermediar junto ao Governo do Estado a criação de um benefício exclusivo para o setor de microempreendedores de eventos sociais.

“É uma situação bastante delicada que tem afetado duramente muitos desses trabalhadores que antes da pandemia trabalhavam para garantir a renda, pagavam seus impostos e ainda geravam empregos. Infelizmente esse setor foi um dos mais afetados pela crise e hoje muitos deles estão passando necessidade sem ter o que comer e onde morar, dependendo da solidariedade de familiares, amigos e entidades. Ouvi com muito carinho o pedido deles e farei o possível para intermediar a criação desse benefício junto ao governo”, pontuou Kitty, que protocolará essa semana uma indicação ao governador Belivaldo Chagas solicitando a elaboração de um auxílio financeiro específico a esses trabalhadores.

Luta

Sensível a situação dos trabalhadores da área do entretenimento que mais têm sido atingidos pela pandemia, a deputada Kitty Lima tem atuado em diversas frentes em busca de auxílio para os diversos profissionais do setor. Em abril deste ano, por exemplo, Kitty se somou a luta dos trabalhadores de eventos no diálogo com a secretária estadual da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (SEIT), Lucivanda Nunes, com o objetivo de viabilizar um auxílio emergencial para os profissionais cujas atividades estão paralisadas desde o início da pandemia.

“Na época, a secretária concordou com a necessidade de um atendimento financeiro para a categoria e os orientou a buscar o cadastramento no CadÚnico, que funciona como um instrumento de coleta de dados e de informações para a identificação de famílias de baixa renda. Ela disse ainda que esta será a primeira etapa a ser cumprida e que outras maneiras serão estudadas para atender os trabalhadores que não se encaixam no perfil do CadÚnico”, lembrou a deputada.

Em março, a líder da oposição na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) participou de um ato em apoio aos profissionais do setor de eventos e dialogou com os profissionais que estão impedidos de exercer suas funções por conta dos decretos de restrição social do governador Belivaldo Chagas.

Além da solidariedade e apoio a esses profissionais, Kitty Lima, em parceria com os deputados Georgeo Passos e Samuel Carvalho, protocolou na Alese uma indicação a Belivaldo Chagas com uma série de medidas a serem tomadas a fim de amenizar os prejuízos já contabilizados por conta das medidas restritivas, alinhada com o apelo também apresentado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Sergipe (Abrasel/SE).

No documento, Kitty sugeria que o Governo do Estado concedesse isenção ou redução do ICMS e parcelamento dos débitos relativos ao imposto em 60 vezes; isenção do IPVA de 2021 para veículos registrados na empresa de até um carro que esteja no nome do profissional autônomo ou MEI que atue no segmento; isenção de todos os débitos de contas de água de março de 2020 até o final de 2021; e auxílio financeiro para os desempregados do setor de eventos, entretenimento, bares e restaurante em R$ 1 mil.

“O Governo do Estado não pode deixar que os sergipanos percam seus empregos e sua renda, algo precisa ser feito. Por isso solicitamos que seja tomada uma série de medidas para auxílio aos setores econômicos mais afetados pela pandemia porque é imprescindível um pacote de medidas a fim de dar suporte a esses empreendedores que trabalham em um dos setores que mais gera emprego e renda em Sergipe”, concluiu Kitty.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais