Mendonça Prado pode brigar judicialmente por registro

0
Jackson em festa promovida por Mendonça (Foto: Bruno Moraes/Facebook Mendonça Prado)

O deputado federal Mendonça Prado (DEM) está disposto a recorrer ao Poder Judiciário para garantir registro da Justiça Eleitoral que possa assegurar ao parlamentar o direito de disputar a reeleição. Ele não esconde a decepção do o partido e revela que teria preferido ter sido convidado a deixar o partido a ter que “engolir” o apoio do partido à pré-candidatura do senador Eduardo Amorim (PSC), que deverá ser anunciado na tarde desta sexta-feira pelo prefeito João Alves Filho, presidente da sigla partidária. “Se eles tivessem dito ‘Mendonça’ não dá mais para você continuar no partido, seria mais justo comigo, que sempre fui fiel ao partido”, observou.

O parlamentar sente-se injustiçado pelas lideranças do DEM, apesar de reconhecer a boa convivência, até o momento, com o prefeito João Alves Filho. “Fiquei numa situação bastante constrangedora”, observou o parlamentar. “Tenho gratidão ao prefeito João Alves [sogro do parlamentar], mas não posso concordar, não posso mudar meu pensamento nem minhas convicções. Virei um bolo de carne jogado na jaula de leões famintos”, desabafou.

Mendonça: constrangimento e censura prévia (Foto: Assessoria Parlamentar/Arquivo)

Diante da divergência entre a direção do partido, que aponta apoio à pré-candidatura do senador Amorim, e a posição pessoal, em apoiar a pré-candidatura à reeleição do governador Jackson Barreto (PMDB), o deputado Mendonça Prado já está ciente das dificuldades que enfrentará internamente no partido. “Já se comenta que até o meu registro eles não querem me dar, mas posso ingressar em juízo para garantir o registro”, comentou o parlamentar.

Na noite da quarta-feira passada, 25, o deputado Mendonça Prado promoveu uma festa aos eleitores e aliados, numa espécie de prestação de contas. O governador Jackson Barreto demonstrou solidariedade ao mais novo aliado e sentou na primeira fila, ao lado de Mendonça Prado, durante a festa promovida pelo parlamentar em Aracaju.

Mendonça Prado afirma que já está consultando um grupo de advogados especializados em direito eleitoral para evitar equívocos que possam atrapalhar seus projetos políticos para as eleições de outubro, especialmente no espaço que utilizará para divulgar a campanha. “Sei que não posso subir em palanque, então subirei em um tamborete. E sei que o meu programa será submetido a uma censura prévia. É realmente uma situação muito constrangedora”, desabafa o deputado.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais