Neópolis: moradores querem antecipar eleições

0

TRE pode definir nova data para eleições de Neópolis
Continua a novela sobre as eleições suplementares no município de Neópolis.  Como alguns moradores já previam, a data pode mudar mais uma vez, pois dia 18 de outubro é quando se comemora o aniversário da cidade. Além dessas comemorações, festeja-se também na mesma data, os 330 anos de fundação da paróquia local, o que fez o padre Alailson Santos Souza enviar ofício ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), solicitando a mudança do pleito. No município, a insatisfação é geral.

O ofício já chegou às mãos do presidente do TRE/SE, Cláudio Déda, e de acordo com o documento, a alteração da data possibilitaria um clima mais tranqüilo para a realização das festividades de aniversário da paróquia.

Moradores querem “fim de novela”
No ofício, padre Alailson Santos alega que toda a comunidade vem sendo mobilizada tanto na sede da cidade, como nos povoados. E que as comemorações devem acontecer em várias escolas como parte da infraestrutura. O assunto deve entrar na pauta desta quinta-feira, 6, na sessão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral.

Moradores querem antecipar

Em Neópolis, o clima é de insatisfação por parte dos moradores. De acordo com eles, não se justifica marcar uma eleição para o mesmo dia do aniversário da cidade e das festividades da igreja. “Minha opinião é de que as eleições sejam antecipadas para setembro, que só temos programação no dia 7, com o desfile cívico. Já pensou a apuração no mesmo horário da

Carlinhos Guedes teve candidatura cassada
festa da igreja? Os moradores esperam que a votação não seja prorrogada, pois ninguém agüenta mais essa novela”, acredita Rosângela Dias.

“Quem mora em Neópolis torce para o fim dessa novela. Antes de marcar a data, deveriam verificar se haverá alguma coisa na cidade. Marcaram para o dia 18, justamente no dia do aniversário da cidade e dos 330 anos da igreja. E agora já vão mudar de novo. A programação da igreja já estava definida. É melhor antecipar, porque ninguém agüenta mais tanta prorrogação”, entende Rita Maria.

Primeiros capítulos da novela

Tudo começou quando o prefeito Carlos Guedes (PTB), teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 22 de abril deste ano, acompanhando

Felipe Barreto continua no cargo
parecer do procurador Regional Eleitoral, Paulo Gustavo Guedes Fontes. Carlinhos, como é conhecido em Neópolis, é acusado de ter usado recursos da prefeitura no abastecimento de veículos de sua campanha eleitoral.  

Uma nova eleição seria realizada em 5 de julho, mas os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiram suspender o pleito para a escolha do novo prefeito para permitir que todos os eleitores do cadastro atual, possam votar, tendo sido marcada nova eleição para 18 de outubro.

Atualmente, responde como prefeito interino, o presidente da Câmara Municipal de Neópolis, Felipe Barreto (PHS). Dois candidatos registraram candidatura no Fórum da cidade: o ex-prefeito Aminthas Diniz Torjal Dantas (PDT) e o sobrinho de Carlinhos Guedes, Marcelo Guedes de Souza (PTB).

Por Aldaci de Souza

 

 

Comentários