Nilson Lima diz que acertou ao escolher PPS

0

O advogado Manuel Cacho confirmou candidatura ao Senado
Em um discurso rápido por ocasião do almoço oferecido a correligionários e à imprensa na tarde desta quinta-feira, 17, o pré-candidato ao Governo do Estado, Nilson Lima, do Partido Popular Socialista (PPS), disse que acertou na escolha que fez com a saída do Partido dos Trabalhadores (PT) onde militou por 27 anos. “Não haveria opção melhor que não fosse o PPS”, disse.

Nilson relembrou os fatores que o levaram a deixar o antigo partido. “Chegou um momento em que o Governo se perdeu na estrada e ocorreram uma série de infortúnios: a negociação salarial dos professores, os embates com a Polícia Militar e, atualmente, o que vemos com a Secretaria da Fazenda é uma prova da falta de liderança, da falta de diálogo”, comentou.

Nilso Lima disse que plano de governo ouvirá a população
Nilson ainda fez votos de que 2010 seja o ano de consertar os erros de 2009. “Que haja a volta do bom senso e do diálogo”, completou.

Ainda em janeiro, segundo ele, começarão os seminários para elaboração do plano de governo do PPS. Em março, quando essas discussões acabarem, deve ser realizado um congresso e, mais tarde, no mês de junho, haverá a convenção partidária. “Vamos ouvir as propostas da população, consolidar e executar o plano de Governo. Vamos oferecer uma nova alternativa”, afirmou.

Ainda no tocante às eleições, o advogado Emanuel Cacho, que também se filiou recentemente ao PPS confirmou sua candidatura ao Senado. “Iremos transformar Sergipe, levanto ao Senado as melhores idéias do povo. Assim, construiremos não só um Estado, mas um país melhor”, pontuou.

Comentários