Nitinho pede sessão especial para debater som em bares

0

Vereador Nitinho acha que turismo é prejudicado sem som nos bares da Orla
O requerimento emergencial de autoria do vereador Josenito Vitale, o Nitinho, solicitando uma sessão especial para ampliar o debate a respeito do limite de som ambiental foi aprovado na manhã desta segunda-feira, 9. A sessão que acontecerá na próxima quinta-feira, 12, contará com a presença do Ministério Público do Estado, Emsurb e artistas locais.

De acordo com o parlamentar, os artistas são os mais atingidos pelas legislações que determinam o máximo de decibéis que podem ser usados em área urbana. Nitinho explica que com a legislação determinando o limite de som dificulta a contratação de artistas locais que ganham a vida tocando nos bares em fins de semana.

“A minha intenção não é que as pessoas deixem de obedecer a lei ambiental, nem que o seu vizinho aumente o volume sem limite ou alguém abra a mala do carro com som exorbitante, mas que cheguemos a um consenso para que o turismo não seja prejudicado”, diz.

Ao ser questionado se este requerimento foi provocado após a liminar da Justiça na última semana que proibiu o Bar e Restaurante ‘O Coqueiral’, na Passarela do Caranguejo, de funcionar oferecendo música ao vivo, som amplificado ou qualquer tipo de áudio que cause ruído sonoro, o parlamentar disse que não. “Este foi o motivo que desencadeou, mas já vinha procurando saber o motivo pelo qual os bares da Orlinha do Bairro Industrial não podem colocar som e recebi a informação que a localização é foco de prostituição e venda de drogas. E para mim isto é caso de polícia e não de som!”, alerta.

Ele ressaltou também que não entende o porquê grandes shows como o Pré-Caju, Forró Caju e Projeto Verão não recebem liminar como a que o Bar Coqueiral recebeu. “O Forró caju mesmo acontece por quase um mês e fica próximo ao Hospital São José e nem a polícia ambiental e nem a Justiça proíbem a festa”, alfineta.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais