Novo presidente do Tribunal de Justiça aposta na celeridade

0

A coletiva aconteceu no gabinete do desembargador José Alves Neto (Fotos: Portal Infonet)
“Eu tenho sonhos, não tenho projetos. A minha vontade é de administrar com transparência, fazendo com que haja a continuidade do trabalho desenvolvido pelos meus antecessores”. Foi o que afirmou durante entrevista coletiva de imprensa no final da tarde desta quarta-feira, 2, o novo presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), o desembargador José Alves Neto.

O novo presidente da Mesa Diretora do Tribunal de Justiça de Sergipe ressaltou a importância da celeridade. “Quero fazer com que os trabalhos fiquem cada vez mais céleres no sentido de melhorar a relação entre o Poder Judiciário e a sociedade. A esperança nossa é de que o Código Penal Civil seja reformulado para que haja maior celeridade”, afirma José Alves Neto.

José Alves: “A imprensa deve ser cada vez mais livre”
Durante a coletiva, o desembargador destacou a importância da imprensa. “Acho que a imprensa deve ser cada vez mais livre, que faça até exageros, mas que é melhor do que não ter uma imprensa como está acontecendo nos Estados Unidos. Hoje sabemos que o Poder Judiciário deve ser mais aberto e o Judiciário de Sergipe é considerado o melhor do país”, complementa.

Indagado pelo Portal Infonet se já tem algum projeto de melhoria para o funcionalismo público, o novo presidente do Tribunal de Justiça foi enfático: “Eu não posso fazer promessas. Acho que é uma irresponsabilidade anunciar alguma coisa sem poder concretizar. Tenho o sonho de atender a alguns reclames do funcionalismo”, diz.

Desembargador faz juramento (Foto: Marco Vieira)
Renovação

Em solenidade concorrida no auditório do Palácio da Justiça, foram empossados no início da noite desta quarta-feira, 2, os componentes da Mesa Diretora do TJ para o biênio 2011-2013. Os desembargadores José Alves Neto, Osório Araújo Ramos Filho e Netônio Bezerra Machado vão ocupar, respectivamente, os cargos de presidente, vice-presidente e corregedor geral de Justiça.

“Mais uma vez o Tribunal de Justiça de Sergipe renova a sua Mesa Diretora e a nossa expectativa é de um relacionamento que preserve a independência de cada poder, possibilite a

Ex-presidente do TJ, Roberto Porto cumprimenta José Alves (Foto: César de Oliveira)
colaboração do Executivo com o Judiciário para que juntos possamos cumprir aquela que é a nossa missão precícua: servir ao povo de Sergipe, cada um na sua área de atuação.  Dr. José Alves é um magistrado de carreira, portanto, um homem experiente que viveu o cotidiano da vida de magistrado do interior e da capital. Ele saberá interpretar as necessidades do poder judiciário para que possa prestar cada vez mais justiça ao povo de Sergipe”, acredita Marcelo Déda.

Por Aldaci de Souza

* A matéria foi atualizada às 7h58 para acréscimo de informações.

Comentários