Oposição da Câmara de Vereadores fica sem líder

0
Oposição da Câmara de Vereadores fica sem líder Foto: (Arquivo Infonet)

Com a abdicação da liderança pelo vereador Cabo Amintas (PTB) e com a recusa do vereador Lucas Aribé (PSB) em assumir o posto neste momento, o bloco de oposição ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) na Câmara de Vereadores fica, em tese, sem “comando”.

Chateado por não ter sido convidado por Lucas e Emília Corrêa (Patriota) para ingressar na justiça contra o aumento da passagem, Cabo Amintas resolveu abrir mão da função por ter se sentido excluído pelos colegas de bancada. “Me causou estranheza a postura dos dois vereadores, que entraram na Justiça sem conversar comigo. Eu tinha interesse, queria integrar a ação. Soube pela imprensa. Diante do ato, eu aparentemente não estava liderando o grupo. Por isso, preferi renunciar, antecipando a função a Aribé, que com certeza vai um trabalho belíssimo, liderando bem melhor que eu. Não fiquei satisfeito com a atitude deles, então não fiquei calado. Isso não faria bem a mim e ao meu trabalho”.

Ainda ontem, houve uma conversa entre os três parlamentares para tentar resolver a questão. Porém, o petebista manteve a postura. Lucas Aribé, por sua vez, recusa assumir o posto neste momento e sob estas circunstâncias, mas destacou que o grupo continua trabalhando junto. “Deixo bem claro: não sou líder da oposição e não tem crise no bloco. Estamos unidos. O vereador Amintas está certo em se expressar, ele falou o sentimento dele. Se ele se sentiu traído, pode ter sido pela forma como aconteceu. Infelizmente ninguém controla, é pessoal. Publicamente, reconheço a falha na comunicação”.

Emília Corrêa considerou a posição do colega como um aspecto comportamental e que ficar sem liderança não prejudica o grupo no aspecto político. “Ele tem um temperamento forte, e é natural tomar uma decisão no calor do momento, mas talvez não tenha sido a melhor. Faltam duas semanas para encerrar as atividades, havia conversas sobre a sucessão. Eu estava prevista para assumir a liderança em 2020, mas para mim isso não faz diferença. O mais importante é trabalhar em prol do povo”.

No acordo feito pelo bloco de oposição no início da legislatura, a ordem dos líderes foi definida de forma que Elber Batalha (PSB), que atualmente está de licença, fosse o primeiro, Cabo Amintas o segundo, seguidos de Lucas Aribé e Emília Corrêa.

Por Victor Siqueira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais